Esportes

Morre Luiz Carlos Ferreira, ex-técnico de Santo André e São Caetano


Morreu na noite deste domingo, em Leme, no interior de São Paulo, o ex-técnico do Santo André e do São Caetano Luiz Carlos Ferreira, 68 anos. Considerado por alguns o maior técnico da história ramalhona e conhecido como ''''Rei do Acesso'''', em razão de diversas campanhas por times paulistas que terminaram com promoções nas mais diversas divisões, ele lutava contra um câncer de cabeça. O enterro está marcado para as 17h desta segunda-feira (14), na própria cidade. Ele deixa quatro filhos, um deles o ex-goleiro do Ramalhão, Gustavo Ferreira, que atualmente trabalha nas categorias de base do Cruzeiro-MG, enquanto outro, André, é preparador físico do Paysandu-PA, além de duas mulheres.

Técnico com maior número de passagens pelo Santo André, conquistou no clube o título da Copa Estado de 2003 e esteve à frente nas campanhas de acesso para a Série A-1 em 2001 e para a Série B do Brasileiro em 2003. Iniciou ainda a campanha que terminou com o título da Copa do Brasil de 2004. "Foi um treinador de vitórias, um cara vencedor. Deixou sua marca e ajudou o Santo André a chegar onde chegou", destacou o presidente do conselho deliberativo do Ramalhão, Celso Luiz de Almeida. O clube inclusive, mandou uma coroa de flores ao sepultamento do treinador.

Nas redes sociais, diversos clubes dirigidos por Luiz Carlos Ferreira, inclusive o Santo André, prestaram homenagens. Jogadores, ex-atletas, jornalistas e outros profissionais da bola também publicaram mensagens de despedida ao técnico. 

Comentários


Veja Também


Voltar