Memória

O som da conquista ramalhinha


Vai aqui uma sugestão sobre a conquista do EC Santo André na Copa do Brasil. O futuro jornalista Luiz Felipe Gaspar elaborou um ótimo podcast intitulado ‘A Façanha do Ramalhão’ em seu trabalho de conclusão de curso (TCC), que pode ser acessado diretamente no YouTube.

Referido podcast foi produzido para o curso de jornalismo na FAM (Centro Universitário das Américas).

Em oito episódios, o trabalho relata desde a classificação para a Copa do Brasil até o momento atual do clube, passando por todos os jogos daquela conquista.
Sidney G. Riquetto, presidente do EC Santo André

A sugestão do presidente do Santo André foi enviada à Memória logo após a publicação, aqui, do trabalho desenvolvido pelo jornalista Vladimir Bianchini, da ESPN Brasil: ‘Eles Calaram o Maracanã’.

Aquele, um trabalho literário; este um verdadeiro programa especial de rádio, A Façanha do Ramalhão. Ambos se complementam e dois jovens jornalistas – Luiz Felipe Gaspar foi aprovado pela FAM semana passada – mostram como é possível construir a memória futebolística contemporânea.

Acompanhem as vozes de A Façanha do Ramalhão, pela internet, e escolham por onde começar:
1 – A classificação para a Copa do Brasil e o jogo de estreia, contra o Novo Horizonte, de Goiás.
2 – Histórias das partidas contra Atlético Mineiro e Guarani de Campinas.
3 – As batalhas contra o Palmeiras.
4 – A classificação para as finais após eliminar o 15 de Campo Bom, do Rio Grande do Sul.
5 – O primeiro jogo da final contra o Flamengo.
6 – O jogo do título no Maracanã.
7 – O panorama do Santo André após o título e até 2012.
8 – O panorama do clube de 2013 até o presente momento.

AS VOZES
O primeiro desafio de Luiz Felipe foi o de localizar, ter autorização e sistematizar a narração de todos os gols da campanha andreense. Uma pena que a equipe Craques do Rádio, sob o comando de Rolando Marques, já não existia.

Luiz Felipe registra as vozes de Oscar Ulisses (narrando pela Rádio Globo); Miguel Fagundes, Eduardo Bianchi, Paulo Andrade, Eduardo D’Alessandro (todos do Canal ABC3/Net Cidade); Willy Gonser (Rádio Itatiaia de Minas Gerais); Paulo Brito (RB STV); Galvão Bueno, Abel Neto e William Bonner (TV Globo); Nilson César (Jovem Pan). Paulo Júnior (Rede Vida); Rafael Spinelli e Anderson Gonçalves (Rádio Master Esporte).

Vinhetas, o Hino de Santo André (composição belíssima do maestro José da Conceição Souza, morador de São Bernardo), Na Cadência do Samba! (“Que Bonito é...”), de Waldir Calmon; a locução de César Tavares; tudo isso está no podcast de Luiz Felipe Gaspar, cuja história Memória focalizará amanhã.

Etianos
Lembranças dos que estudaram na Escola Técnica Industrial Lauro Gomes (ETILG), depois ETE e Etec, em São Bernardo

LUÍS EDUARDO MORAES
Eletrônica – Turma de 1984

Saudade dos prédios imponentes da ETI (com pé-direito alto), dos laboratórios (com materiais da Alemanha) e dos espaços para prática profissional, esportes (quadras poliesportivas e campo de futebol), biblioteca, vestiários e refeitório.

Tempos em que íamos ao conjunto Hawaí – cinema, lojas de eletrônica e o fliperama. Os professores eram competentes, a direção, austera, e havia descontração nos Jogos Escolares de São Bernardo, o ginásio do Baetão era praticamente da ETI, bastava descer o morro para torcer pelos nossos times.

Idas a Sampa de ônibus para coletar material para trabalhos na livraria técnica da Rua Santa Ifigênia.

Depois, fiz estágio na GM e fui efetivado pela EDS no início da parceria entre as empresas na área de informática. Formado em engenheira eletrônica, com pós em marketing e MBA em gerência de projetos. Em 2003, me mudei para Jundiaí, quando tive a segunda passagem pela GM. Entrei na IBM em 2006, onde estou até hoje.

Diário há meio século
Domingo, 19 de julho de 1970 – ano 13, edição 1287
Indústria – Justiça decreta interdição dos bens da INA (Indústria Nacional de Armas) – em Santo André.
Polícia – Esquadrão da Morte massacra marginais em São Paulo.

Em 19 de julho de...
1915 – Novos casos de tifo são registrados em São Caetano, mesmo com as medidas de saneamento postas em prática pela autoridade sanitária.

1920 – Propaganda da Cerâmica São Caetano: (...) telhas sistema marselhesa, tijolos refratários de argila e de zircônio para altas temperaturas.
Os ladrilhos foram analisados pela Escola Politécnica (sob número 643) e considerados mais resistentes que os de Marselha, “tomados para comparação”.

1935 – fundada a I Conferência Vicentina de Santo André, em solenidade realizada na Igreja Matriz, da Vila Assunção.

1960 – Câmara Municipal de Ribeirão Pires aprova a concessão de título de cidadão ribeirão-pirense ao governador do Estado, Carvalho Pinto, e a Francisco Morato de Oliveira, presidente do Ipesp (Instituto de Previdência do Estado de São Paulo).
O Legislativo também autorizava a Prefeitura a doar uma área de terreno de 1.200 m² ao Ipesp, para a construção da Casa da Lavoura de Ribeirão Pires.

1975 – Tintas Coral inicia a construção de fábrica em Mauá.

Hoje
Dia Nacional do Futebol, data celebrada desde 1976 em homenagem ao time mais antigo do país em atividade, o Sport Club Rio Grande, fundado em 19 de julho de 1900.

Santos do dia
Áurea. Irmã dos santos mártires Adolfo e Juan. Nasceu em Sevilha, na Espanha, mudando-se para Córdoba. Condenada
à morte por espada.

Arsênio (354-450). Nascido em Roma, foi um dos mais conhecidos eremitas do Egito, sendo considerado um dos ‘Padres do deserto’ 

Comentários


Veja Também


Voltar