D+

Dramas e risadas mais comuns chamam a atenção na série 'Eu Nunca...'


O objetivo de Devi é deixar o péssimo ano que teve para trás e aproveitar ao máximo seu tempo no ensino médio norte-americano. A ideia soa corriqueira e nada especial em meio a produções, em filmes e seriados, sobre o universo do jovem contemporâneo. Mas Devi é uma garota que não sonha em estourar a popularidade em uma grande festa ou ser a rainha do baile de formatura. Ela só quer ser considerada normal e, como todo adolescente – independentemente da geração –, quer se encaixar no mundo que vê à sua volta. Toda essa história tem chamado a atenção do público na série Eu Nunca..., que tem agitado o catálogo da Netflix desde o fim de abril.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a jornada pessoal de Devi tem sido opção para passar o tempo livre e tenta dialogar com seu público a partir de um pouco de maior honestidade em relação a outras atrações para o público adolescente, a exemplos de Sex Education e Riverdale. Nada de situações absurdas, grandes reviravoltas na trama ou mistérios a serem investigados. Os fatos ocorrem de maneira mais natural, com as pequenas descobertas e autodescobertas se mostrando ainda interessantes para serem retratados, sem esquecer da dose de humor.

Tudo ocorre ao redor da protagonista, filha de uma família vinda da Índia que vive entre as tradições de suas raízes com o crescimento no universo norte-americano. Ela não teve uma boa temporada ao longo do primeiro ano do colégio e tenta planejar para que o novo ciclo seja marcante para si e para as amigas Fabiola (Lee Rodriguez) e Eleanor (Ramona Young), cada uma com seus problemas pessoais. Ao mesmo tempo em que lida com o crush mais popular da escola e o rival nos estudos, a personagem principal desabafa com a terapeuta, revelando suas incertezas, dúvidas e preocupações genuínas.

A primeira temporada do programa tem dez capítulos, cada um com cerca de 30 minutos de duração. Claro que o nome Eu Nunca... faz alusão a uma brincadeira na qual se responde uma pergunta feita aleatoriamente e se costuma beber para fazer uma confirmação pessoal. É justamente com esse espírito que o seriado explora os acontecimentos puxados pela trajetória de Devi.

O projeto é assinado pela atriz, roteirista e produtora Mindy Kaling (conhecida do grande público por interpretar Kelly Kapoor em The Office). Com origem indiana na vida real, ela fez desse aspecto uma das conexões com Devi e sua vivência. Ela assina a criação do show ao lado de Lang Fisher, com quem trabalhou enquanto estrelava Projeto Mindy (2013-2017). 

Comentários


Veja Também


Voltar