Cena Política

Covid-19 vira mote para novo contrato


NR Serviços de Segurança e Vigilância tem contrato com a Câmara de São Bernardo desde 2015. O acordo vence em julho e não pode ser mais prorrogado – passou por quatro aditamentos de 12 meses cada, prazo máximo estipulado pela Lei de Licitações. Diante da situação, como esta coluna já mostrou, proprietários da empresa têm feito lobby sobre alguns vereadores em busca de encontrar brecha para continuarem prestando o serviço. A mais nova tese envolve a pandemia do novo coronavírus. Alguns políticos defensores da manutenção do acordo apontam que a crise da Covid-19 impedirá a realização de uma licitação, abrindo, assim, caminho para um contrato emergencial com a NR Serviços. Estranhamente, há algumas semanas, o departamento de licitações da casa organizou um pregão para compra de folhas sulfite. Ou seja, jogando por terra argumento de que a casa não poderia fazer o pregão para cumprir as regras de quarentena.

BASTIDORES

Reclamação
Há algumas semanas, chegou na ouvidoria da Câmara de São Bernardo uma denúncia envolvendo a NR Serviços de Segurança e Vigilância – o teor, entretanto, não foi divulgado pela casa. A reclamação será analisada pelo ouvidor do Legislativo, Kayo Amado, funcionário público concursado, mas que tem pretensões eleitorais: Amado foi candidato a prefeito de São Vicente, cidade do Litoral paulista, em 2016. Ele, inclusive, tem ligações com o partido Podemos.

Emenda – 1
O Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) em Santo André celebrou a adesão da categoria ao abaixo-assinado virtual criado pela direção da entidade contra a emenda do vereador Fábio Lopes (Cidadania) em projeto de lei que permite a redução de 30% nos salários dos parlamentares andreenses por três meses devido à pandemia do novo coronavírus.

Emenda – 2
Segundo as contas da direção do Sindserv de Santo André, quase 1.700 assinaturas foram registradas na petição on-line. Na visão do sindicato, a emenda – que propõe incluir servidores do Legislativo na lista de cortes salariais durante a pandemia – abre brecha para que funcionários do Executivo sejam prejudicados. Fábio Lopes assegura que a alteração não libera essa possibilidade.

Nomeação
O vereador Julinho Fuzari (DEM), de São Bernardo, oficializou a contratação de Rodolfo Valim, que trabalhou no gabinete do ex-presidente da Câmara Ramon Ramos (PDT, morto em 2019) e que estava na Prefeitura de São Bernardo. A movimentação empregatícia foi confirmada na edição de ontem do Diário Oficial local.

Aparição – 1
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou de live em comemoração ao aniversário de 61 anos do ex-prefeito de São Bernardo e atual presidente do PT paulista, Luiz Marinho, celebrado na quarta-feira. Lula enalteceu o aliado, lembrando que eles se conhecem desde 1979, quando um já era um líder sindical consolidado e outro estava no início de sua carreira na categoria.

Aparição – 2
Na reunião virtual, Lula enalteceu o fato de Luiz Marinho sair como candidato a prefeito de São Bernardo novamente “para fazer o povo da cidade sorrir”. O cacique petista, porém, preferiu adotar tom informal na conversa. Pediu um pedaço do bolo para Nilza de Oliveira, mulher de Marinho, disse que ela iria receber título de “mulher mais bem casada do País” e comentou sobre a família do aliado, “que está crescendo e está muito bonita”. 

Comentários


Veja Também


Voltar