Cena Política

Articulações a todo vapor no Cidadania


A janela partidária fez desabar a representatividade do Cidadania na Câmara de São Bernardo. Eram três vereadores, mas saíram Julinho Fuzari (para o DEM) e Estevão Camolesi (PSDB), ficou apenas doutor Manuel Martins. Mas os integrantes da legenda apostam em movimentações do deputado federal Alex Manente, maior expoente do partido, para impulsionar as candidaturas a vereador da sigla neste ano. Uma das apostas é Amira Laila, aliada política de primeira hora do ex-prefeito William Dib. Há quem aposte também que os sobrenomes Manente e Cabrera estarão nas urnas – o ex-vereador Antônio Cabrera recentemente se filiou ao Cidadania.

Planejamento
Recém-filiado ao DEM, o vereador Julinho Fuzari, de São Bernardo, disse que a escolha pela sigla democrata percorreu estratégia de médio e longo prazos. Segundo mais bem votado à Câmara em 2016 (7.252 votos), Julinho nunca escondeu desejo de ser deputado estadual – foi candidato em 2018, com 30.325 votos. Antes de se filiar ao DEM, conversou com o vice-governador Rodrigo Garcia, cacique do partido no Estado, a respeito de seus planos futuros e gostou do que ouviu do dirigente democrata.

Acordo
A celeuma sobre o convênio médico dos servidores da Câmara de São Bernardo chegou ao fim. Depois de a Amil, atual detentora do contrato, propor reajuste de 37% no valor e após a casa sugerir auditoria no acordo, as partes decidiram aplicar alta de 20% nos números.

Luto
Ex-vereador da Capital e secretário de Segurança Alimentar de Mauá na terceira passagem de Oswaldo Dias (PT) pelo Paço, João Carlos Alves morreu na terça-feira, aos 72 anos, vítima de infarto. Lideranças mauaenses e de Diadema – onde ele também atuou – lamentaram o falecimento do petista.

Posse
Filho do ex-prefeito Clóvis Volpi (PL), Guto Volpi (PL) tomou posse ontem como vereador de Ribeirão Pires – ele herdou a cadeira de João Lessa (PSDB), que morreu no fim do mês passado. Guto foi secretário de Esportes na gestão de seu pai na cidade e, até ontem, trabalhava na Prefeitura de São Caetano. Foi recepcionado pelo presidente da casa, Rato Teixeira (PTB).

Herdeiro
Por falar no ex-vereador João Lessa (PSDB), a família do tradicional político escolheu quem vai herdar a missão de manter o legado do tucano, que morreu no fim de abril. Será o filho dele, Sérgio Lessa, o responsável por tentar levar adiante a carreira política da família. Ele está filiado ao PSDB, do prefeito Adler Kiko Teixeira. 

Comentários


Veja Também


Voltar