Cena Política

Arrependidos à espera da janela


A janela eleitoral, que permitiu a troca de partido para quem detém mandato (como vereadores), terminou no começo de abril, mas não são poucos os arrependidos com as escolhas feitas. Tanto que, no Grande ABC, começa a ganhar corpo um comentário sobre possível reabertura dos prazos de filiação por causa dos impactos do novo coronavírus. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sustenta, por ora, o calendário eleitoral, com eleição em outubro, mas sofre pressão para jogar o pleito pelo menos para dezembro. Se a eleição for adiada para meses seguintes, entendem os arrependidos dos partidos, nada mais justo do que também mudar o prazo de inscrição partidária. 

Complicou

 O TCE (Tribunal de Contas do Estado) negou recurso movido pelo ex-prefeito de Mauá Donisete Braga (PDT) contra a rejeição de suas contas, referentes a 2016. Assim, Donisete precisará reverter a situação junto à Câmara – a atual composição se mostra mais favorável ao prefeito Atila Jacomussi (PSB). A decisão do TCE impacta diretamente nos planos do pré-candidato do PT à Prefeitura, o vereador Marcelo Oliveira. Isso porque, em 2016, Marcelo era presidente da Câmara e ficou 15 dias à frente do Executivo devido às férias de Donisete – vice-prefeito naquela ocasião era Helcio Silva, que havia renunciado da função para assumir cargo de deputado federal. 

Requerimento

 A Câmara de São Bernardo aprovou requerimento de apoio ao ex-juiz Sergio Moro, que na semana passada se demitiu do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública com acusações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 Proposta de CPI

 Idealizador do grupo de parlamentares montado na Assembleia Legislativa para acompanhar os gastos do governo paulista para o combate à Covid-19, o deputado estadual Sargento Neri (Avante) avisou que a intenção do bloco é se transformar em CPI para mapear essas despesas. “É um direito da população saber o que foi comprado, quanto foi gasto, se os preços estão dentro da normalidade do mercado.” Na ala há um parlamentar da região, Coronel Nishikawa (PSL), de São Bernardo.

 Sugestão 

 O vereador Amaury Dias (PSDB), de Ribeirão Pires, sugeriu ao prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB) a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os estabecimentos comerciais e industriais situados no território municipal. Ofício foi enviado nesta semana ao gabinete do chefe do Executivo.

 Lobby 

 Depois de esta coluna mostrar que a NR Serviços de Segurança e Vigilância é defendida por alguns vereadores para continuar a prestar atividades na Câmara de São Bernardo – a despeito de o contrato estar próximo do fim e não ser possível novo aditamento –, representantes da empresa compareceram à sessão no Legislativo, na sexta-feira. Houve conversas ao pé do ouvido e até abraços em alguns vereadores, em descumprimento às determinações da OMS (Organização Mundial da Saúde) de distanciamento físico para conter o novo coronavírus.

 Estado clínico 

 A equipe médica do Hospital Assunção, em São Bernardo, estima que hoje o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) receba alta – ele foi internado no equipamento no começo da semana devido a uma infecção urinária grave. Os médicos pediram também exame sobre Covid-19, já que o petista chegou ao hospital com febre alta. O resultado ainda não saiu, mas a tendência é de descarte do novo coronavírus.

Comentários


Veja Também


Voltar