Direito do Trabalhador

Movimentos do mercado na pandemia


O distanciamento físico recomendado pela OMS em virtude da pandemia tem gerado série de dúvidas em profissionais de todos os níveis hierárquicos. Noto que a preocupação sobre o futuro do mercado não está apenas na cabeça de quem busca recolocação. Diante da natural queda de consumo de produtos e serviços e consequente redução de trabalho dentro das organizações, os que estão empregados também estão atentos aos movimentos do mercado. Por isso, resolvi destacar cinco recomendações importantes sobre esse novo momento que estamos vivendo.

1 – Busque informações sobre a real situação do seu setor
O varejo tem sido um dos setores mais afetados negativamente pelas medidas que buscam erradicar a pandemia. Porém, os serviços com entrega remota, a indústria farmacêutica e a cadeia de saúde estão em aceleração. Então, antes de se desesperar, procure informações confiáveis sobre a real situação da sua empresa e do setor de atuação.

2 – Se está em busca de emprego, não desanime
Algumas empresas paralisaram temporariamente os processos de contratações, seja por alguma incerteza ou questão interna ou falta de entendimento sobre os rumos da economia do País. Porém, outras seguem com os processos de contratação em diferentes ritmos. Algumas têm feito o processo de maneira 100% remota, enquanto outras solicitam a presença do profissional para uma ou outra etapa. Durante esse período de pandemia, já acompanhei casos de profissionais que fizeram o processo seletivo on-line, foram aprovados e iniciaram na empresa já em modelo home office, com a empresa oferecendo todo o suporte necessário.

3 – Abra-se para os diferentes modelos de trabalho
Se você está em busca de recolocação, é bom saber que o quadro de colaboradores de uma empresa não é formado apenas por posições fixas. Existem excelentes oportunidades para profissionais interessados em atuar em projetos com data para início e término, em posições que vão de analista a gerente. Neste período de pandemia, por exemplo, tenho visto crescer a demanda por profissionais para implantar infraestrutura para que os colaboradores trabalharem remotamente, gerir temporariamente o caixa da empresa, reforçar a área logística ou da equipe de atendimento em decorrência do aumento da demanda no serviço on-line e estruturar o sistema de ensino a distância, entre outras.

4 – Entenda o plano de contingência da sua empresa antes de se opor
Muitas organizações têm adotado redução do quadro de colaboradores como última opção na busca pela manutenção da sustentabilidade do negócio. Antes disso, tenho visto a adoção de algumas medidas, como concessão de férias coletivas, redução de salários dos executivos ou de todo o grupo e liquidação de banco de horas. Seja qual for o cenário na sua organização, procure entender a proposta do seu empregador e a situação financeira da companhia, antes de se opor a qualquer medida.

5 – Cuide das suas habilidades comportamentais
As incertezas do cenário atual têm gerado muito estresse na vida pessoal e profissional de todos nós. Então, na medida do possível, procure manter a calma e entender os seus sentimentos e do outro antes de tomar qualquer decisão. É em momentos desafiadores como este que estamos vivendo que os líderes avaliam o equilíbrio emocional, a flexibilidade, a agilidade e a criatividade dos profissionais. 

Comentários


Veja Também


Voltar