Social

Pessoas trans e LGBTs querem ser ouvidas


O Brasil é o País que mais mata transexuais e travestis no mundo. Em dossiê recém-divulgado pela Antra (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), só em 2019 foram pelo menos 124 casos. Na quarta foi celebrado o Dia Nacional da Visibilidade Trans, justamente para dar voz a essas pessoas. Hoje, às 19h30, o Teatro Municipal de Ribeirão Pires recebe roda de conversa sobre o tema. Entre os convidados, estarão a trans Marcela Marques e Rafael Ventura, presidente do conselho LGBT da cidade. Os dois participaram do Diálogo Diário, do DGABC TV. “Nós só queremos ter uma vida normal, encontrar a felicidade”, desabafou Marcela.

Denis Maciel/DGABC

Cursos do fundo social de São Caetano, presidido pela primeira-dama Denise Auricchio, estão com inscrições abertas até dia 7

Divulgação

DJ André Silva comanda festa dançante domingo, às 16h, no Atrium, em Santo André

Divulgação

Psicólogo Edson Carlos, além de outros profissionais do projeto Psiu participaram do 1° Musical da Saúde Mental, em alusão ao Janeiro Branco, no Mauá Plaza Shopping

Ingressos para fevereiro do Expresso Turístico com destino a Paranapiacaba já estão sendo vendidos pelo endereço eletrônico ‘www.cptm.sp.gov.br’; as viagens são sempre aos domingos, com saída às 8h30 da Estação Luz

Comentários


Veja Também


Voltar