Questão de Emprego

Pontos de atenção para os empregadores


Trimestralmente, produzimos o ICRH (Índice de Confiança Robert Half). O objetivo do estudo é mapear o sentimento de profissionais quanto ao mercado de trabalho atual e futuro. Na sondagem, entrevistamos profissionais empregados, desempregados e aqueles que têm poder de decisão sobre o preenchimento de uma vaga dentro das companhias. A mais recente edição do levantamento mostrou que, na média, os entrevistados estão otimistas quanto aos primeiros meses de 2020. Pensando nessa possível melhora do mercado, que tende a aumentar a disputa por profissionais de talento, destaco a seguir cinco temas que devem estar no radar dos empregadores:

1 – Perfil dos colaboradores
Conhecer os desejos, as necessidades e as expectativas dos colaboradores é uma importante estratégia para organizações que almejam ter um plano de atração e retenção robusto. A ação se faz ainda mais necessária quando observamos o desejo dos profissionais entrevistados de permanecer na mesma organização em 2020, mas que cultivam planos de serem promovidos (38%) ou trocar de área (4%). Para o primeiro caso, analise seu time e veja quem merece esse reconhecimento. Também avalie se vale a pena apostar em um colaborador com potencial e ajudá-lo a desenvolver as habilidades que ainda não tem. Já para troca de área, é importante preparar um substituto para assumir o cargo que ficará vago e focar nas vantagens de manter esse talento na companhia, mesmo que em outro departamento.

2 – Plano de cargos e salários
Em geral, grande parte de candidatos e empregadores não chega a um acordo porque falta compatibilidade entre o salário e os benefícios almejados e oferecidos. Então, procure estruturar o plano de cargos e salários da companhia com base em estudos de mercado, como nosso Guia Salarial 2020, e saiba apresentar e defender os dados e a metodologia diante dos profissionais.

3 – Modalidades de contratação
Alguns empregadores ainda inflam seu quadro de colaboradores permanentes por desconhecerem a possibilidade de contratar para um projeto específico profissionais de cargos que vão de analistas a diretores. Contratar profissionais por projeto é uma excelente estratégia para empresas que desejam tirar projetos da gaveta por etapas. Inclusive, de acordo com a décima edição do ICRH, após a reforma trabalhista de 2017, mais da metade (57%) dos profissionais que atualmente atuam por projetos observou o aumento da oferta de trabalho nesta modalidade.

4 – Processo seletivo
Para os candidatos, a agilidade ou a burocratização de um processo seletivo dizem muito sobre a cultura da empresa para a qual eles estão se candidatando. Então, diante da sobrecarga da equipe de RH, a demanda por um perfil profissional muito específico, urgência no preenchimento da vaga ou necessidade de sigilo durante a contratação, considere contar com o apoio de uma empresa especializada em recrutamento. Um levantamento da Robert Half mostrou que 17% das empresas entrevistadas enfrentam o desafio de contratar profissionais para cargos estratégicos sem afetar a rotina da companhia e 12% das companhias têm dificuldade para decidir entre dois profissionais muito qualificados.

5 – Etapa de efetivação da proposta de emprego
Está realizando um processo seletivo e encontrou o profissional adequado? Então não perca tempo e contrate-o logo! Isso porque, pelo histórico registrado no ICRH, o índice de desemprego entre os profissionais com idade igual ou superior a 25 anos e formação superior completa se apresenta significativamente abaixo da média geral. Além disso, encontrar colaboradores qualificados é a principal dor de cabeça de 80% dos empregadores, então não corra o risco de perder o talento que você já identificou.
 

Comentários


Veja Também


Voltar