Cultura & Lazer

Peça ‘Mãe Fora da Caixa’ estreia dia 10 em São Paulo


Quando se assiste a um comercial de televisão que retrata o dia a dia de uma mãe de recém-nascido – e a mostra amamentando, o fazendo ninar, trocando a fralda – tudo parece muito fácil. A mulher, geralmente, está linda e com os cabelos arrumados. O bebê aparece risonho, envolto a um cenário milimetricamente arrumado. Mas a realidade[ é muito diferente. Uma vez a criança em casa, a sala fica caótica, a mãe, com olheiras e descabelada, e o pequeno, chora a cada 30 minutos.

Este é o pano de fundo da peça Mãe Fora da Caixa, protagonizada por Miá Melo e que estreia dia 10, às 21h, no Teatro das Artes, em São Paulo. A peça, inspirada no best-seller homônimo de Thaís Vilarino, com direção de Joana Lebreiro e texto de Cláudia Gomes, fala sobre os dilemas que envolvem a maternidade e as mudanças que chegam junto com este novo ciclo.

Miá conta que a peça surgiu no ano passado, quando o ator e produtor Pablo Sanábio (que atua na série Sob Pressão, na TV Globo) se deparou com questionamentos sobre paternidade e acabou encontrando o livro. “Ele me ligou e contou sobre o que estava escrito. Conforme ele falava eu nem prestava mais atenção, só pensava: ‘Preciso falar sobre isso’. Estava em um momento crucial da minha vida de mãe porque tenho a Nina, de 10 anos, e o Antonio, de 2, e meu marido tinha acabado de ir trabalhar em São Paulo”, lembra a atriz, que ficou no Rio, em razão do ano letivo da filha. “Pensei: ‘Se eu colocar isso para fora vou estar me curando de alguma maneira’. Isso de fato aconteceu porque eu estava com o assunto maternidade engasgado na minha garganta. Encontrei um modo de falar sobre isso que acabou sendo uma cura para mim”, reflete.

No palco, Miá faz uma mãe de uma filha com 7 anos que aguarda ansiosa em seu banheiro pelo resultado de um novo teste de gravidez. Antes de saber se, de fato, espera um bebê, um turbilhão passa pela sua cabeça. “A preocupação tão característica de uma mãe, a sobrecarga mental, é bastante retratada na peça”, adianta a atriz.

A voz da personagem se mistura com a da atriz, que interfere ativamente na história e compartilha sua experiência com o público. “A Miá entra e sai do personagem livremente e na hora que ela quiser. Achamos que o mais legal para a peça seria explodir qualquer fronteira entre a personagem e a atriz. O que importa é o que está sendo contado e compartilhado. E essa ‘bagunça’, que também acontece com o cenário – o banheiro retratado no palco também funciona como se fosse a cabeça da personagem –, serve para mostrar como tudo na nossa vida muda quando viramos mãe. Quando nasce um filho, tudo vira bagunça e contradição na vida concreta, nos nossos sentimentos”, acrescenta a diretora.

O espetáculo contará com a sessão especial Bebê Bem-Vindo, aos domingos, a cada 15 dias, sempre às 11h, em que os pequenos poderão assistir com os pais.

Mãe Fora da Caixa – Teatro. No Teatro das Artes – Shopping Eldorado (Av. Rebouças, 3.970). De 10 de janeiro a 26 de abril, às sextas e aos sábados, às 21h; aos domingos, às 18h. Ingr.: de R$ 40 a R$ 90, à venda em www.sympla.com.br. 

Comentários


Veja Também


Voltar