Política

Alex diz que decisão sobre candidatura sai em fevereiro


O deputado federal Alex Manente (Cidadania) disse que vai esperar a definição do cronograma da votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que determina a execução da pena após a prisão em segunda instância para definir se será ou não candidato à Prefeitura de São Bernardo no ano que vem.

Ontem, o Diário mostrou que a direção municipal do Cidadania, presidida por Milton Villela, defendeu que o parlamentar entre na corrida pelo Paço no ano que vem.

“Tenho como missão principal entregar ao Brasil a prisão em segunda instância como emenda constitucional, aprovada e promulgada. Essa é a minha primeira missão, a missão do momento. Mas sei também que tenho obrigação com a minha cidade, pelas votações que sempre tive, pelo fato de eu representar São Bernardo no Congresso. Em fevereiro teremos o cronograma de votação da PEC e, ali, conseguirei pensar melhor no que vou fazer em 2020 (sobre a eleição)”, disse Alex.

O deputado federal, que concorreu à Prefeitura de São Bernardo em 2008, 2012 e 2016, discorreu que o Cidadania tem realizado pesquisas de intenções de voto para mapear o cenário, que, por ora, tem o prefeito Orlando Morando (PSDB) e o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) no páreo.

“O partido tem feito pesquisas, claro, até mesmo para acompanhar a evolução (política da cidade)”, comentou Alex.
A aliados, o deputado tem dito que há possibilidade de ele ficar fora das urnas no ano que vem, até pelo trabalho que terá como autor da PEC da prisão em segunda instância. O parlamentar programa ter de viajar a diversos Estados para conversar com bases eleitorais de deputados e senadores para explicar a proposta, fato que atrapalharia qualquer intenção em concorrer à Prefeitura de São Bernardo.

Diante da situação, Villela veio a público para pedir que Alex saia candidato. “O deputado tem feito grande trabalho com a PEC pelo Brasil. A PEC da prisão em segunda instância vai sair e isso se deve muito ao esforço dele. Estamos consultando nossos filiados, nossos pré-candidatos, temos feito simulações de pesquisas de intenções de votos e vamos trabalhar para convencê-lo a sair candidato”, declarou. “A PEC é importante para o País, mas São Bernardo não é menos importante e necessita de alguém com requisitos de experiência na vida pública e no combate à corrupção”, comentou. 

Comentários


Veja Também


Voltar