Palavra do Bispo

Piada de mau gosto


 A liberdade civil é um valor a ser respeitado. É a faculdade de realizar tudo o que não é proibido pelas leis. De acordo com a Constituição, ela é um direito inviolável (cf. artigo 153), e em seus aspectos fundamentais está a liberdade de consciência e de crença (artigo 153, parágrafo 5) de convicção religiosa, filosófica e política (artigo 153, parágrafo 6). Uma nação que se preze, com povo educado, ambiente cultural desenvolvido, não poderá jamais desrespeitar estes princípios de modo algum.

Infelizmente não é o que há em certas áreas, nas quais as leis são desrespeitadas, a começar do trânsito até chegar no desrespeito à religião alheia. São manifestações disfarçadas de arte que mostram o atraso e subdesenvolvimento cultural, de certa classe artística. Recorrem a insultos e ofensas à religião para se fazer apreciar na sociedade, não pela arte em si, mas pelo reboliço que causam.

É isso que notamos no Especial de Natal do grupo de humor Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo, disponível no Netflix. Um conjunto de piadas grosseiras, ridicularização da sexualidade da Sagrada Família (Jesus, Maria e José). Tudo isso é antigo e de mau gosto. Expõe falta de criatividade, repetição de lugares comuns que desrespeitam a religião alheia. Aliás, tem uma religião à qual, por medo, não se atrevem a desrespeitar, pois sofrerão consequências.

O cristianismo que prega o perdão e a tolerância é o mais atingido, aqui no Ocidente, pela ignorância e falta de sensibilidade de pretensos artistas. Em nome de uma falsa concepção de liberdade de expressão, desrespeitam a lei. Somente conhecem direitos, não sabem quais os deveres dos cidadãos, entre os quais o respeito à crença e à liberdade religiosa.

A CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) emitiu nota de repúdio a esta obra, que ridiculariza a fé cristã, incorrendo em ilícito previsto pela legislação penal. É um desrespeito às pessoas de fé, fere a busca por uma sociedade democrática que valoriza a crença de cada cidadão e promove a convivência pacífica de todos. “Quando há desrespeito em produções midiáticas, os meios de comunicação tornam-se violentos, verdadeiras armas que contribuem para ridicularizar e matar os valores mais profundos de um povo”, diz a nota.

Nossa sociedade é pluralista em tudo também na coexistência de várias religiões. Isso requer maturidade. Genial não é quem choca, não é quem agride com sua pseudoarte. Genial é quem surpreende e acolhe. Temos uma obra maravilhosa, Auto da Compadecida, autoria de Ariano Suassuna. Aborda uma história envolvendo religião, padre, bispo, um Cristo negro e uma Maria idosa. Não ofende ninguém, foi escrito com doçura e delicadeza, com respeito e bondade. Foi escrito por um gênio, esta é a diferença.

Não venha dizer que os católicos não têm senso de humor. Tem senso de dignidade, isso sim. Arte é arte, afronta é afronta. Artista é artista: encanta. Mau-caráter é mau-caráter: agride. Também com piadas de mau gosto!

Comentários


Veja Também


Piada de mau gosto

 A liberdade civil é um valor a ser respeitado. É a faculdade de realizar tudo o que não é proibido pelas leis. De acordo com a Constituição, ela é um direito inviolável (cf. artigo 153), e em seus aspectos fundamentais está a liberdade de consciência e de crença (artigo 153, parágrafo 5) de...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar