Cena Política

No PSDB, Yoshio pisaria em ovos


O nome do vereador Ricardo Yoshio (sem partido), de Diadema, está cada vez mais atrelado ao PSDB. Havia expectativa, na semana passada, que ele fosse anunciado como novo tucano e candidato da sigla à Prefeitura no ano que vem – o ato não se confirmou, porém, mas as conversas permanecem. Como Yoshio aparece bem colocado nas pesquisas extraoficiais sobre a corrida eleitoral, ele tem evitado dar passos mais largos sobre seu futuro político. Mas, a aliados, não descarta nenhuma possibilidade. O assunto, claro, esteve na roda de conversa de vereadores na última sessão e Yoshio foi aconselhado por um colega sobre a filiação no PSDB. Disse que, se optar pelo tucanato, precisa ter cautela ao ter o governador João Doria (PSDB) como cabo eleitoral. Isso porque Doria ficou longe da preferência do eleitor diademense. No primeiro turno, ficou atrás até mesmo de Luiz Marinho (PT). No segundo turno, atingiu somente 37% dos votos válidos, contra 63% do ex-governador Márcio França (PSB).

BASTIDORES

Preocupação
Interlocutores do governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), demonstraram incômodo com a possibilidade de dobrada entre o ex-secretário e ex-vereador Ailton Lima (PSB) e o ex-prefeito Aidan Ravin (Podemos). A avaliação interna é a de que o recall eleitoral de Aidan, que comandou o Paço entre 2009 e 2012, pode impulsionar uma pré-candidatura de Ailton ao Executivo em 2020. A ideia de Ailton é ter Aidan como vice e apostar na mulher do possível aliado, Denise Ravin, como candidata a vereadora.

Projeto avançando
A comissão de constituição e justiça da Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do deputado estadual Thiago Auricchio (PL), que autoriza o cliente a entrar com as próprias comida e bebida em teatros, cinemas, parques de diversão, eventos esportivos ou atividades de entretenimento. Falta o aval do plenário antes da sanção do governador João Doria (PSDB). Segundo Thiago, o cenário atual permite que grandes redes implementem cobrança excessiva e abusiva.

Prestação de contas
O prefeito de Santo André e presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Paulo Serra (PSDB), transferiu para hoje a prestação de contas de sua gestão à frente do colegiado regional para os vereadores de São Caetano. A alegação oficial foi que, como haverá sessão extraordinária no Legislativo são-caetanense, fica mais fácil reunir todos os vereadores para explanar sobre os feitos como mandatário do colegiado. 

Comentários


Veja Também


No PSDB, Yoshio pisaria em ovos

O nome do vereador Ricardo Yoshio (sem partido), de Diadema, está cada vez mais atrelado ao PSDB. Havia expectativa, na semana passada, que ele fosse anunciado como novo tucano e candidato da sigla à Prefeitura no ano que vem – o ato não se confirmou, porém, mas as conversas permanecem. Como Yosh...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar