Turismo

Parque da Nasa comercializa ingressos para acompanhar o lançamento de foguete


 Quem estiver na Flórida na semana que vem pode aproveitar a oportunidade para ver de perto o lançamento de um foguete. A Nasa (National Aeronautics and Space Administration ou Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, em tradução para o português) iniciou temporada de testes para retomar voos tripulados e, no dia 20 de dezembro, fará lançamento aberto ao público.

Desde 2011, astronautas não são lançados do solo estadunidense ao espaço. E, de 2014 para cá, a cada 45 dias, aeronaves não tripuladas levam suprimentos à ISS (International Space Station ou Estação Espacial Internacional, na tradução para o português). Hoje, por exemplo, há seis astronautas por lá – uma delas, a norte-americana Christina Koch, é bastante atuante nas redes sociais, e o seu perfil no Instagram @astro_christina reúne belas fotos. Eles foram em missão russa e, no último dia 5, foram enviados insumos ao local a partir dos Estados Unidos.

“A Nasa possui um padrão muito elevado de segurança. Então, enquanto não tiver a máxima certeza de que todos os requisitos são cumpridos, ela não libera voos espaciais”, conta Victor Manjarres, representante de marketing para a América Latina do Kennedy Space Visitor Complex, conhecido como o parque da Nasa.

Para que as pessoas possam interagir mais com esse universo, e também em homenagem aos 50 anos da chegada do homem à Lua a bordo do Apollo 11, data celebrada neste ano, a Nasa está comercializando, por meio do Commercial Crew Program (Programa de Tripulação Comercial), ingressos para o público acompanhar, de dentro do seu parque, o primeiro voo teste não tripulado da nave espacial Boeing Starliner a bordo de foguete Atlas V, a partir da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral SLC-41, na Flórida, Estados Unidos, até a estação espacial.

O lançamento ocorrerá no dia 20, às 6h36 locais (aqui no Brasil 8h36). Portanto, quem estiver pela região e quiser vivenciar experiência que vá além dos parques de diversão da Disney e da Universal, pode se programar. As bases para assistir aos lançamentos estão a cerca de uma hora de distância de Orlando.

Serão vendidos dois tipos de ingressos. O pacote Feel The Heat inclui o ponto de observação no Apollo/Saturn V Center, localizado a 8,7 quilômetros de distância da plataforma de lançamento, de onde se pode acompanhar também o acontecimento ao vivo através de monitor gigante, acompanhado de comentários de especialistas na área. O bus tour, que geralmente leva todos os visitantes do complexo para o centro onde está exposto emblemático foguete Saturn V, que levou os astronautas à Lua, no dia do lançamento, fará o traslado a partir das 3h30.

Os visitantes ainda ganham ingresso para retornarem ao Nasa Kennedy Space Center Visitor Complex. O tíquete de US$ 195 (pelo dólar turismo em torno de R$ 4,30, sai a R$ 838,50), mais taxas, também dá o direito de conhecer o diretor de lançamentos Mike Leinbach, ganhar lanche e souvenir.

O segundo pacote é o Feel The Fun, onde o ponto de observação é onde está exposto o lendário Ônibus Espacial Atlantis, dentro do complexo, a 11,4 quilômetros de distância da plataforma de lançamento. Deste local, é possível assistir assim que o foguete ultrapassar as árvores, enquanto se escuta aos comentários atualizados e em tempo real dos especialistas sobre o assunto. Aspirantes a astronautas encontram divertidas atividades inspiradas no espaço nesta área. Aqui, os participantes também recebem entrada para curtirem o parque posteriormente e ganham lanche. Custa US$ 115 (R$ 494,50) mais taxas.

“É preciso manter essa distância do lançamento do foguete porque o barulho é tamanho que pode até deixar surdo”, comenta Manjarres. A aeronave vai até determinada altitude, quando ela lança a cápsula que segue ao espaço.

É recomendado que a compra do ingresso seja feita pelo site da Nasa (https://www.nasa.gov/launchschedule/), devido à procura. No entanto, os ingressos são vendidos também na entrada do complexo. Quem não tiver o privilégio de estar no local, pode assistir pela internet por meio do link https://www.nasa.gov/multimedia/nasatv/index.html#public.

“Ao longo do primeiro trimestre de 2020 a nave Starliner irá levar astronautas para a estação espacial”, revela Manjarres.


Em cinco anos, os voos comerciais devem ser liberados

Já imaginou vivenciar a experiência de ir, literalmente, ao espaço? Em até cinco anos, o objetivo da Nasa é liberar para empresas de voos privados a comercialização de viagens de turismo ao espaço. Ao menos até a chamada órbita baixa, onde está a estação espacial. Ela fica situada a cerca de 400 quilômetros de distância da base em Cabo Canaveral. Trajeto que o foguete leva apenas sete minutos e meio para chegar.

“As expectativas são de que em cinco anos esses voos sejam liberados. O passeio até a estação espacial deve durar 55 minutos, mas ainda não se tem informações de requisitos para os viajantes nem preços cobrados. Há sete anos foi anunciada a venda partindo de outra base, na Costa Oeste norte-americana, que custava, à época, US$ 95 mil (com o dólar a R$ 4,30, seria R$ 408,5 mil)”, conta Victor Manjarres, representante de marketing para a América Latina do Kennedy Space Visitor Complex, conhecido como o parque da Nasa.

Manjarres lembra de acidente na Califórnia há dois anos que fez com que a Nasa segurasse um pouco mais a liberação para voos comerciais. Previamente vendido pela Virgin Galactic, inclusive, passeio que ainda não aconteceu tinha o valor de US$ 250 mil (R$ 1,075 milhão) e possui 603 pessoas na lista de espera.

Com base nas projeções para o futuro, existe a estimativa de que o turismo espacial deva gerar US$ 10 bilhões (R$ 43 bilhões) de receita em uma década. Questionado sobre os riscos que se assume ao encarar uma aventura dessas, Manjarres é categórico: “O risco de não voltar. Assim como quando se viaja de avião”.

O executivo afirma que, enquanto isso, o objetivo do parque da Nasa e de suas programações é aproximar o programa espacial do público. “Tanto que é possível, a partir de uma simulação, vivenciar o lançamento de foguete dentro uma cápsula e o pouso em Marte, ao caminhar, virtualmente, pelo planeta vermelho.”

Comentários


Veja Também


Parque da Nasa comercializa ingressos para acompanhar o lançamento de foguete

 Quem estiver na Flórida na semana que vem pode aproveitar a oportunidade para ver de perto o lançamento de um foguete. A Nasa (National Aeronautics and Space Administration ou Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, em tradução para o português) iniciou temporada de testes para reto...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar