Cena Política

Atila vai para Brasília de olho em 2020


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), viajou para Brasília em busca de reuniões para atrair investimentos e emendas para a cidade, mas, de quebra, se reuniu com lideranças nacionais de olho em alianças para 2020, o que indica claramente que o socialista disputará a reeleição, mesmo diante das crises pelas quais atravessou – foi preso duas vezes, cassado, solto e voltou ao cargo. Em uma das conversas, esteve com o presidente nacional do Solidariedade, o deputado federal Paulinho da Força, para debater a possibilidade de a legenda apoiá-lo no ano que vem. Em Mauá, o Solidariedade tem no presidente da casa, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar, seu maior expoente. Neycar chegou a ensaiar candidatura própria quando a prefeita era Alaíde Damo (MDB).

BASTIDORES

Peregrinação
Atila Jacomussi (PSB) voltou ontem à noite para Mauá dizendo ter articulado R$ 4,5 milhões em emenda para o município, inclusive R$ 250 mil de autoria do deputado federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT-foto). Esteve nos gabinetes de Roberto de Lucena (Podemos), Fausto Pinato (PP) e Márcio Alvino (PL), além de transitar em alguns ministérios. Mas voltou rapidamente porque hoje, às 4h30, estaria no terminal central para retomar o projeto café do trabalhador, no qual café com leite e pão são distribuídos aos usuários do sistema de transporte. Nesta semana, além dos itens usuais, os moradores receberão fatias de panetone.

Ausências
A Câmara de Diadema realizou ontem sessão solene em homenagem aos 60 anos de emancipação do município, mas o prefeito Lauro Michels (PV) não compareceu. O chefe do Executivo foi representado pelo secretário de Comunicação, Paulo Fares. Também nem todos os vereadores compareceram ao evento. Trinta emancipadores foram condecorados pelo Legislativo.

Sardano de volta
O secretário de Segurança de Santo André, Edson Sardano (PTB), avisou que vai solicitar exoneração do cargo nesta semana para voltar à Câmara – é vereador eleito. Desta forma, terá mais liberdade política para pensar em 2020, uma vez que seu nome também é cotado para ser vice do atual prefeito Paulo Serra (PSDB). Há, inclusive, debate para que ele deixe o PTB – o PSD é o partido mais provável. Sardano deixará seu sucessor à frente da pasta. Trata-se do ex-comandante da PM (Polícia Militar) do Grande ABC, o coronel reformado José Roberto Crisóstomo. A tendência é a de que Crisóstomo assuma a função amanhã. 

Comentários


Veja Também


Atila vai para Brasília de olho em 2020

O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), viajou para Brasília em busca de reuniões para atrair investimentos e emendas para a cidade, mas, de quebra, se reuniu com lideranças nacionais de olho em alianças para 2020, o que indica claramente que o socialista disputará a reeleição, mesmo diante da...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar