D+

Aventura por nova região


A expansão do universo de Pokémon não para. Iniciada na segunda metade dos anos 199O, a jornada atrás das criaturas com diversas formas, tipos e estilos evolui na medida em que mais personagens, mapas e consoles surgem ao longo das décadas. Os mais recentes passos dessa história estão no Nintendo Switch, com fãs se dividindo – ou não, se os gamers decidirem todas as opções possíveis – entre a nova dupla do mercado: Pokémon Sword e Pokémon Shield (R$ 250,79, em média). Os pacotes disponibilizam gameplays diferenciados, região inédita a ser explorada, ampliação de estratégia e muita coisa a ser descoberta durante a aventura, pronta para receber antigos fãs e para tentar conquistar novatos para a popular franquia japonesa.

A expectativa em torno dos títulos é grande, uma vez que são os primeiros inéditos dentro de um console da nova geração – lançados em 2018, Pokémon Let’s Go Pikachu e Pokémon Let’s Go Eevee são remakes do jogo de Game Boy Pokémon Yellow (1998). Desta vez, a aventura acontece na região de Galar, casa de cerca de 100 novas criaturas, a exemplos dos starters Grookey, Sobble e Scorbunny, com alguns exemplares muito bizarros. Entre bichos lendários que atiçam a caça dos jogadores, o local é especial o bastante para revelar evoluções de figuras já conhecidas de games anteriores, casos de Ponyta, Farfetch’d e Weezing. Como sempre, há pocket monsters que são exclusivos de cada versão. 

Na questão dos duelos, destaque para as Raids Dynamax. O diferencial é que os pokémon ficam gigantes e muito mais poderosos, sendo que o confronto contra eles é montado para que sejam brigas coletivas com a ajuda de outros treinadores. É preciso estratégia para derrotar o inimigo selvagem. A atração fica marcada por luzes vermelhas em espécie de totens espalhados pela área selvagem.

Parte das atenções de Sword e Shield está voltada para as batalhas de ginásio. A rivalidade com o personagem Hop faz parte da dinâmica e tenta instigar os gamers a se empenharem. A desenvolvedora Game Freak aposta em RPG que segue a tradição da franquia sem decepcionar ou apresentar grandes inovações.  

Comentários


Veja Também


Aventura por nova região

A expansão do universo de Pokémon não para. Iniciada na segunda metade dos anos 199O, a jornada atrás das criaturas com diversas formas, tipos e estilos evolui na medida em que mais personagens, mapas e consoles surgem ao longo das décadas. Os mais recentes passos dessa história estão no Nintendo...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar