Memória

A área operacional da Vila Dora


Havia o ferreiro, o carpinteiro e, claro, o manobrista de rede. E o trabalho inicial da autarquia Semasa (Serviço Municipal de Saneamento de Santo André) seguiu os trâmites do antigo DAE (Departamento de Água e Esgoto), claro, sem a tecnologia dos dias atuais. O trabalho braçal preponderava.

Na construção desta memória, o tecnólogo José Roberto Camargo, um dos pioneiros do Semasa, guardou uma documentação única, que permite lembrar protagonistas que vieram do tempo do DAE – despedindo-se do departamento – e inaugurando a fase autárquica.

O cenário da área operacional funcionava na Vila Dora (espaço do atual Parque Central e do Hospital Mário Covas), e ali permaneceu a década inteira dos anos 1970, para então transferir-se ao Guarará.

Declara José Roberto Camargo, hoje aposentado: 

A dinâmica imposta pelo crescimento do município gerou mudanças e adaptações da autarquia, às quais me presentearam com conhecimentos técnico-administrativos que me deram muita satisfação.

O Semasa, nos anos 1970, possuía tecnologia, profissionais, equipamentos e uma herança advinda do Planasa que a colocava em igualdade com a Sabesp. 

Pelo excelente trabalho dirigido pelo engenheiro Homero Moraes de Oliveira, participei da inscrição da autarquia no Cacex do Banco do Brasil como órgão importador de equipamentos.

Nos anos 1980 contribuímos com a empresa que elaborava e executou a revisão do Plano Diretor de Abastecimento de Água de Santo André.

Do fundo do baú de José Roberto Camargo, imagens que transportam para um outro Semasa, que poderia ser resumido no gesto do ferreiro Josias Alexandrino Marques da Cruz (o Tutu) ou na pose de José João Barbosa, o Joãozão, responsável pelas manobras da rede de água em campo.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 14 de novembro de 1989 – ano 32, edição 7221

Vestibular 90 – Cem anos de República. Estamos fazendo história com as eleições presidenciais de 1989.

Pesquisa – Lula lidera no Grande ABC; Maluf em segundo; Collor em terceiro passa Covas.

Igreja – Divisão da Diocese de Santo André pode ser iminente, afirma o padre Antonio Moura, vigário-geral da Diocese.

Movimento Sindical – 420 comerciantes criam o Sindicato dos Lojistas de Comércio do Grande ABC, formalizando o seu desligamento do Sindicato do Comércio Varejista.

Inventário – Ciesp lança catálogo sobre as 1.200 empresas de Diadema.

TV – Globo estreia a minissérie República. Direção: Walter Avancini.

Santos do Dia

Veneranda. Mártir do século II.

Nicolau Tavelic e companheiros. Presos e mortos em 1384.

SAN LORENZO O’TOOLE. Arcebispo irlandês falecido em 14 de novembro de 1180

Em 14 de novembro de...

1919 – ‘Excursion Club’, sociedade inglesa de excursões, fundada recentemente em São Paulo, promove passeio a pé até Santos, pelo Caminho do Mar, e cortando a região.

O encontro dos participantes é marcado para as 20h no Largo do Tesouro, Centro da Capital.

De bonde, seguirão até o fim da linha Fábrica.

A caminhada começa no Ipiranga, às 21h30.

Às 23h30 os caminhantes chegarão à Vila de São Bernardo.

O trecho seguinhte será até a Vila do Rio Grande, hoje centro do distrito de Riacho Grande, onde haverá uma pausa.

A marcha prosseguirá até o Alto da Serra, tomando o rumo da Baixada e dali até Santos.

1959 – Aprovado o loteamento Sítio do Francês, de Henry Rene Marie Gautier, em Ribeirão Pires.

Hoje

Dia dos Bandeirantes

Dia Mundial de Combate ao Diabetes

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 14 de novembro 65 municípios, entre os quais:

Em São Paulo, Lorena, Santana de Parnaíba e Serra Azul

Em Goiás, Aporé, Araçu, Aragoiânia, Avelinópolis, Barro Alto, Brazabrantes e Carmo do Rio Verde

Em Tocantins, Araguaçu, Araguaína, Brejinho de Nazaré, Dueré, Gurupi e Nazaré 

No Paraná, Campina Grande do Sul, Capanema, Cascavel, Contenda, Florestópolis, Guaíra, Guaraniaçu e Marialva.

Fonte: IBGE

MEMÓRIA NA TV

Os 50 anos do Semasa

Entrevistado: Almir Cicote, superintendente

No ar pelo Diário OnLine: www.dgabc.com.br

Comentários


Veja Também


A área operacional da Vila Dora

Havia o ferreiro, o carpinteiro e, claro, o manobrista de rede. E o trabalho inicial da autarquia Semasa (Serviço Municipal de Saneamento de Santo André) seguiu os trâmites do antigo DAE (Departamento de Água e Esgoto), claro, sem a tecnologia dos dias atuais. O trabalho braçal preponderava.

...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar