Palavra do Leitor

Sonho norte-americano: porta da frente


 Artigo

Não é de hoje que os brasileiros sonham em morar ou trabalhar nos Estados Unidos. Desde o início dos anos 1980 que muitas pessoas buscam se estabelecer em solo norte-americano com maior frequência. Com o avanço da internet no Brasil na década seguinte, o acesso às informações foi facilitado. Explorar os tipos de vistos disponíveis, dar início ao processo de solicitação, pesquisar sobre a cultura local etc, tudo ficou ao alcance da palma da mão. Hoje, grande parte dos brasileiros que chegam nos Estados Unidos é composta de empreendedores. Mas antes de imigrar, passo fundamental é providenciar visto que permita a permanência legal no país. Existem basicamente dois tipos de vistos para os Estados Unidos: não imigratórios e imigratórios. No primeiro, estão presentes os vistos de turismo, au pair (em sua maioria jovens mulheres que vão ajudar famílias a cuidar dos filhos pequenos) e muitos outros que permitem a entrada e a estadia em território norte-americano, contudo, sem a oportunidade de manter residência fixa.

Já os vistos imigratórios, tais como o de casamento, os baseados em emprego e qualificações profissionais e os de investimento, são os que oferecem a oportunidade de residência permanente no país e, futuramente, a opção de se tornar cidadão norte-americano por meio da naturalização. O EB-5, visto de investidor por geração de empregos, é um dos mais conhecidos – e vem atraindo cada vez mais pessoas. Para se ter ideia, a emissão desse visto para brasileiros saltou de 30, em 2014, para 388, em 2018. Para entrar com o processo de solicitação do visto EB-5, o investidor terá de entrar em contato com advogado de imigração e trabalhar na comprovação da fonte legítima dos fundos a serem investidos. Na sequência, o investidor poderá solicitar o visto diretamente, ao criar seu próprio negócio, ou indiretamente, através de uma das empresas licenciadas pelo governo norte-americano que captam esse tipo de investimento. Noventa e nove por cento dos aplicantes procuram a segunda alternativa, por meio de centro regional. Atualmente, o valor mínimo de investimento é de US$ 500 mil. A partir de 21 de novembro, será de US$ 900 mil – mudança que vinha sendo cogitada há tempos.

Por fim, alerta para quem planeja fazer esse tipo de investimento: tenha cuidado na análise das empresas envolvidas no projeto. Como em qualquer indústria onde há grande demanda, é preciso ficar atento ao histórico da companhia que está levantando os fundos oferecidos. Veja se a empresa é licenciada pelo Uscis (Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos), que é quem administra e regulamenta o programa EB-5, e qual é o histórico de obtenção do green card permanente e de reembolso bem-sucedido de seus projetos.

Gustavo Marchesini é gerente de relacionamento com investidores brasileiros da empresa EB5 Capital.

Palavra do Leitor

Aos idosos
Li neste Diário reportagem sobre novos procedimentos que serão adotados pela Prefeitura de São Bernardo, a partir do início do próximo ano, referentes às vagas de estacionamento rotativo (Setecidades, dia 5). Quero solicitar ao nosso prefeito que adote, assim como já é feito em Santo André e São Caetano, gratuidade de duas horas para nós, munícipes idosos.
Maria Aparecida Chitto dos Reis
São Bernardo

Acusações
Conforme acusações feitas pelo leitor Wagner dos Santos em relação a toda categoria dos vigilantes patrimoniais da Prefeitura de São Bernardo, sinto-me no direito de informar o meu repúdio às palavras desse senhor e gostaria que o mesmo nomeasse quem acusa e não generalizar contra a categoria toda. Sou vigilante patrimonial há 27 anos, e cumpro com minhas obrigações e as ordens repassadas pela minha chefia direta.
Antonio Pereira Júnior
São Bernardo

STF
No último dia 6, o STF (Supremo Tribunal Federal) retomou a apreciação da prisão em segunda instância. Ressalte-se que muitos dos réus que poderão ser beneficiados tiveram condenação pelos crimes apurados pela Operação Lava Jato, que apurou desvios de aproximadamente R$ 2,1 bilhões só na estatal Petrobras, segundo o MPF (Ministério Público Federal). Porém, esta mesma instituição informa que apenas R$ 450 milhões foram recuperados, concluindo-se que R$ 1,65 bilhão está disperso à disposição de quem possa interessar. Apenas para elucidar, minha cidade, São Caetano, tem orçamento previsto para 2020 no valor de R$ 1,6 bilhão para manter toda estrutura administrativa, como saúde, educação, serviços e investimentos, funcionando por período de um ano.
Adauto Campanella
São Caetano

Melhor amigo
O que dizer, o que fazer quando o seu melhor amigo se vai sem ao menos te dar dica da rapidez que seria. Há seis anos ele nos era apresentado, pequenino, branquinho e esperto. O bulldog chegou e encantou a todos. Na época, minha filha morava em Curitiba, sempre íamos visitá-la e brincávamos muito com ele. Há quase três anos ela se mudava do País, nos deixando a missão de cuidar do nosso ‘neto’ de quatro patas. A troca com ele foi intensa, fomos muito felizes e temos certeza do amor dele por nós. Aprendemos a amar de forma diferente. O amor mais verdadeiro que conheci. Dia 5, quis Deus levá-lo. Infartou e virou estrelinha. Quanta tristeza em nossos corações. As lágrimas são constantes e até o enxergamos no canto do sofá, ou correndo pela casa. Occy, você foi e sempre será grande saudade em nossos corações. Deus nos ajude a superar e a guardar os momentos lindos que vivemos juntos.
Rosângela Caris
Mauá

Reflitam!
Pela Terra, pelo universo! Essa faz pensar fundo, para que vinguem, e proliferem, as vanguardas da responsabilidade: está quase todo mundo pensando em deixar planeta melhor para nossos filhos. Mas quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?
Renzo Sansoni
Capital

Triste realidade
O Brasil, dos governantes relapsos, não toma jeito! O PT, em quase 14 anos no poder desta República, quebrou o Brasil, com a corrupção sistêmica pelas mãos do chefe Luiz Inácio Lula da Silva. Por esta razão, dos 9,03 milhões de brasileiros que viviam na linha de extrema pobreza em 2014, em consequência da inédita recessão econômica de digitais de Dilma, em 2018, conforme informa o IBGE, esse contingente de miseráveis – que vivem com máximo de R$ 145 por mês – subiu para 13,54 milhões, ou 6,5% dos brasileiros. E a população abaixo da linha da pobreza subiu para 52,5 milhões de pessoas, ou 25,3% dos 210 milhões de brasileiros. Nesse quadro deplorável, de nula justiça social, um terço dos brasileiros, ou 74,15 milhões de pessoas, vive em domicílios sem coleta de esgoto sanitário. Se Lula e seus corruptos tivessem destinado e aplicado em saneamento básico as dezenas ou centenas de bilhões de reais que desviaram das nossas estatais, hoje nenhum brasileiro estaria sendo humilhado sem água potável e sem coleta de esgoto nem teríamos 12,5 milhões de desempregados e outros 24 milhões de trabalhadores na informalidade.
Paulo Panossian
São Carlos (SP)

Comentários


Veja Também


Sonho norte-americano: porta da frente

 Artigo

Não é de hoje que os brasileiros sonham em morar ou trabalhar nos Estados Unidos. Desde o início dos anos 1980 que muitas pessoas buscam se estabelecer em solo norte-americano com maior frequência. Com o avanço da internet no Brasil na década seguinte, o aces...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar