Setecidades

Estudante é preso em flagrante em Diadema após matar homem que agredia ex-namorada


 Na noite desta quinta-feira (31) o estudante Johan Germano Magalhães, 18 anos, foi preso em flagrante pela morte de Everton Roberto de Oliveira, 19. O crime aconteceu em frente a E.E Professora Olga Fonseca, na Rua Natal, no Centro de Diadema.

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta das 19h15, uma equipe da PM (Polícia Militar) foi acionada via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) para atender chamado de briga de casal.

Chegando ao local, identificaram que Oliveira estava com um ferimento a faca. Ele foi socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para o Hospital Municipal de Diadema, mas não resistiu aos ferimentos.

Em depoimento, a ex-namorada de Oliveira contou que eles ficaram juntos por 16 meses, sendo que têm um filho de 2 anos, fruto deste relacionamento. Estavam separados desde o nascimento da criança, mas ele não aceitava o fim do namoro. Ela relatou também que já havia sofrido agressões e ameaças por parte dele, tanto que registrou boletins de ocorrência em em novembro de 2018 e no início de outubro, no 1º DP (Centro) e na Delegacia da Mulher de Diadema, respectivamente.

Ontem, ela contou que quando se aproximava da do portão de entrada da escola foi surpreendida por Oliveira, que estava embriagado e disse que queria ver o filho naquele momento, e ameaçou bater nela caso não concordasse. Neste momento ela começou a chorar, mas o indiciado a empurrou conta o portão. A diretora da escola apareceu e disse que chamaria a polícia. Oliveira ficou então mais agressivo e com pressa de sair dali o quanto antes acompanhado da vítima. Na sequência, Magalhães chegou correndo na direção deles, tirando da cintura da calça uma faca, com a qual acertou Oliveira no tórax. A mulher então conseguiu fugir e não viu o que aconteceu posteriormente, mas afirmou que não tinha amizade com Magalhães. A diretora da escola, que presenciou a discussão do casal e chamou a polícia confirmou a versão da vítima de agressão.

Após acertar Oliveira, Magalhães fugiu do local com a faca utilizada para cometer o crime. Os policiais encontraram ele em casa e o encaminharam para o DP. A faca utilizada no crime foi apreendida e encaminhada para perícia.

Sem antecedentes criminais, ele confessou o crime e relatou que chegava na escola quando percebeu que o indivíduo estava agredindo uma moça. Desta forma resolveu intervir, dizendo para ele parar. Neste momento chegou a diretora da escola , que disse que chamaria a polícia. O indivíduo continuo agredindo a moça, empurrando ela contra o muro e o peitou dizendo para não se meter. Percebendo que ele continuaria agredindo a vítima, pegou um punhal que trazia na cintura e desferiu um golpe contra o agressor. Ele acrescentou ainda que não conhecia nenhum dos dois, pois estuda na escola há apenas dois meses e que costuma andar com uma faca desde os 13 anos, pois tem medo de ser agredido na rua.

Magalhães foi foi preso em flagrante por homicídio simples.

Comentários


Veja Também


Voltar