Cena Política

Tristeza e articulação na Câmara de S.Bernardo


A tristeza com a morte de Ramon Ramos (PDT) tomou conta da maioria dos gabinetes na Câmara de São Bernardo. Porém, aparentemente, não em todas. Muitos parlamentares relataram a esta coluna que colegas já articulavam para a eleição de quem vai substituir Ramon no comando da presidência da casa poucas horas depois da confirmação da morte do pedetista, em acidente de carro no bairro Rudge Ramos, na manhã de domingo. Teve gente que relatou que parlamentares abordaram colegas ainda no velório de Ramon, na tarde de domingo, na casa. Outros que receberam ligações nas primeiras horas da manhã de ontem. A postura, evidentemente, desagradou muitos dentro do Legislativo.

Posto vago

Ainda digerindo a morte repentina de Ramon Ramos (PDT), na manhã de domingo, assessores e vereadores debatiam na Câmara de São Bernardo quem o governo destacaria para a função de homem forte da administração na casa. Era consenso que Ramon havia virado figura central da gestão Orlando Morando (PSDB) no Legislativo, não somente à frente da casa, mas como líder das principais discussões propostas pelo Executivo. O pedetista também sabia conduzir, conforme relatos, a bancada de oposição.

Candidatura

Ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho lança na sexta-feira, a partir das 19h, no Sindicato dos Químicos de São Paulo, sua candidatura para reeleição à presidência do PT estadual. O ato contará com a presença da atual presidente nacional do partido, a deputada federal Gleisi Hoffmann, que deve tentar renovar o mandato à frente da legenda.

Filiação

Após filiar a ex-vereadora Sandra Regina Vieira, o PTB acertou o ingresso de outro ex-parlamentar de Mauá: Sidnei Sabela. Ele teve passagens pelo PSDB e pelo PSB locais. A legenda ensaia candidatura própria à Prefeitura mauaense, encabeçada pelo ex-deputado federal Wagner Rubinelli. A ficha de Sabela foi abonada pelo presidente paulista do PTB, deputado estadual Campos Machado.

Sondagens

Além do Partido Novo, há outra sigla sondando a situação do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB). Desta vez, o Podemos, cuja principal liderança nacional é o senador Alvaro Dias (Paraná), contatou pessoas próximas do tucano para saber sobre a eleição do ano que vem e sugerindo uma filiação de Paulo Serra à sigla. Não houve resposta por ora, até porque o prefeito tem dito que a vontade é permanecer no PSDB.

Prestação de contas

O deputado federal Alex Manente (Cidadania) começou a prestação de contas de seu mandato por bairros de São Bernardo. Também espalhou outdoors pela região – ao lado do deputado estadual Thiago Auricchio (PL). O ato suscitou comentários nos bastidores políticos de São Bernardo sobre uma possibilidade de candidatura a prefeito do parlamentar federal.

Lançamento

Assessor na Prefeitura de Santo André, Thiago Rocha (PV) lança no dia 15, às 19h. na Casa da Palavra (Praça do Carmo, 171, Centro), o livro Quando Escrevi Aquele Artigo, as Pessoas, as Polêmicas e Vinho à Mesa. A obra, segundo o autor, vai reunir crônicas escritas por ele sobre os mais variados assuntos, mas vai tratar bastante de política. Por exemplo, ele contará bastidores da conturbada saída do prefeito de Santo André, Paulo Serra, do PSDB, em 2012 – à época, o hoje tucano migrou para o PSD – e de como houve o rompimento do grupo de apoio de Paulo Serra com o ex-prefeito Carlos Grana (PT), em 2015.

Comentários


Veja Também


Tristeza e articulação na Câmara de S.Bernardo

A tristeza com a morte de Ramon Ramos (PDT) tomou conta da maioria dos gabinetes na Câmara de São Bernardo. Porém, aparentemente, não em todas. Muitos parlamentares relataram a esta coluna que colegas já articulavam para a eleição de quem vai substituir Ramon no comando da presidência da casa pou...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar