Política

Mesmo com arrecadação em queda, São Bernardo mantém superavit


Apesar da queda de arrecadação que vem sendo observada desde 2012, a Prefeitura de São Bernardo apresentou balanço financeiro com superavit orçamentário no segundo quadrimestre de 2019. Os números foram detalhados em audiência pública na Câmara na manhã de ontem e cumprem requisitos da lei de responsabilidade fiscal.

Conforme o balancete, a receita arrecadada, levando em conta as administrações direta e indireta, foi de R$ 2,94 bilhões. enquanto o total de despesas foi de R$ 2,75 bilhões, o que gerou saldo positivo de R$ 192,2 milhões.

O secretário de Finanças de São Bernardo, José Luiz Gavinelli, destacou que, das receitas que mais tiveram queda, se destaca o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que teve redução de 40% desde 2012. O IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) também apresentou retração em relação desde 2012, com corte de 18%. Já o ISS (Imposto Sobre Serviço), que recebeu implementação do programa Nota 1000, obteve arrecadação superior ao segundo quadrimestre de 2018. O IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) se manteve estável.

“O município tem que estar constantemente vigiando as suas receitas e controlando as suas despesas. O município de São Bernardo hoje não possui qualquer débito com qualquer empresa ou fornecedor. É um dos poucos municípios do País que estão totalmente em dia com todas as suas obrigações”, comentou o titular da pasta. 

Comentários


Veja Também


Mesmo com arrecadação em queda, São Bernardo mantém superavit

Apesar da queda de arrecadação que vem sendo observada desde 2012, a Prefeitura de São Bernardo apresentou balanço financeiro com superavit orçamentário no segundo quadrimestre de 2019. Os números foram detalhados em audiência pública na Câmara na manhã de ontem e cumprem requisitos da lei de res...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar