Esportes

Barty derrota norte-americana e avança na China; brasileira faz semi de duplas


Disposta a se manter por mais tempo na liderança do ranking da WTA, a tenista australiana Ashleigh Barty sabe que precisa jogar o melhor possível e evitar derrotas em fases iniciais dos torneios do circuito profissional. E é isso que a atual campeã de Roland Garros fez nesta quarta-feira ao derrotar a norte-americana Sofia Kenin, número 17 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, pelas oitavas de final do Torneio de Wuhan, disputado em quadras rápidas na China.

No dia anterior, em sua estreia na competição, Barty teve mais trabalho e precisou de três sets para passar pela francesa Caroline Garcia. Contra Kenin, no entanto, se impôs mais rapidamente. Este foi o quarto duelo entre as duas somente nesta temporada de 2019 e a australiana aumentou a vantagem para 3 a 1 - uma delas, inclusive, foi na campanha vitoriosa no Grand Slam em Paris.

Na próxima rodada, Barty participa de sua terceira quartas de final consecutiva em Wuhan. A croata Petra Martic, 22.ª colocada do ranking, que ganhou facilmente da russa Veronika Kudermetova por 2 sets a 0 (6/3 e 6/1). é quem terá a missão de parar a australiana.

Já a romena Simona Halep, cabeça de chave número 4, disputava as oitavas de final contra a casaque Elena Rybakina, quando sentiu dores nas costas e precisou se retirar da partida. O jogo ainda estava no primeiro set, com a liderança da tenista do Casaquistão por 5 a 4.

"É claro, eu não queria vencer a partida desta maneira. A pior coisa que pode acontecer a um atleta é uma lesão. Desejo uma rápida recuperação à Simona e estou feliz por chegar às quartas", afirmou Rybakina, que agora duelará contra a bielo-russa Aryna Sabalenka, que passou pela holandesa Kiki Bertens nas oitavas por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 7/6 (11/9).

BRASIL - Pela segunda semana seguida, a brasileira Luisa Stefani alcançou as semifinais nas duplas, desta vez no Torneio de Tashkent, no Usbequistão. Após o vice-campeonato em Seul, na Coreia do Sul, na semana passada, ela e a norte-americana Hayley Carter conseguiram a sua segunda vitória, batendo a bielo-russa Olga Govorstova e a russa Valeria Savinykh por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.

A vitória desta quarta-feira levou Stefani e Carter ao jogo que decidirá vaga na final contra as vencedoras do confronto que de um lado terá a dupla cabeça de chave 1, formada pelas russas Anna Kalinskaya e Viktoria Kuzmova, e do outro a parceria da ucraniana Katarina Zavatska com a russa Ludimila Samsonova.

Após entrar pela primeira vez na carreira profissional no Top 100 no ranking individual de duplas com a campanha da última semana, Stefani se aproxima de ultrapassar a barreira das 90 melhores.

Comentários


Veja Também


Barty derrota norte-americana e avança na China; brasileira faz semi de duplas

Disposta a se manter por mais tempo na liderança do ranking da WTA, a tenista australiana Ashleigh Barty sabe que precisa jogar o melhor possível e evitar derrotas em fases iniciais dos torneios do circuito profissional. E é isso que a atual campeã de Roland Garros fez nesta quarta-feira ao derro...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar