Setecidades

Primavera acende alerta para alergia respiratória em crianças e idosos


Estação mais florida do ano, a primavera começou ontem. Esta é uma época de alerta para a saúde, uma vez que o pólen suspenso no ar é um alérgeno que pode desencadear alergias respiratórias, como a rinite, principalmente em crianças de até 2 anos e idosos. Para evitar o problema, dica é manter a limpeza e umidificação dos ambientes, assim como as narinas umedecidas com soro fisiológico.

Cristina Vidal, gestora do curso de farmácia e farmacêutica e responsável pela Farmácia Escola da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), explica que a condição atinge quem tem tendência a alergias. “Na região, temos muitos ipês, que florescem nesta época e, principalmente nos dias mais secos, o pólen fica suspenso no ar. Somado à poeira e à poluição, irrita as vias nasais”, assinala.

Os sintomas incluem espirros, tosse seca e coceira nas mucosas, como nos olhos. Caso o problema não seja tratado corretamente, pode desencadear outras inflamações mais sérias, a exemplo da sinusite. Portanto, ao apresentar os indícios, Cristina orienta que a pessoa procure um médico alergologista ou, se a pele também estiver irritada, dermatologista.

MUDANÇAS NO CLIMA

Nos últimos dias, o clima oscilou bruscamente no Grande ABC – ontem, a temperatura mínima foi de 11ºC e a máxima, 16ºC, enquanto há uma semana os termômetros variaram entre 17ºC e 34ºC. Nesta semana, a previsão é de céu nublado com temperaturas amenas, com chance de chuva a qualquer momento.

Segundo Caio Souza, meteorologista da Squitter, empresa que gerencia o CGE ABC (Centro de Gerenciamento de Emergências do ABC), do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, as alterações são comuns para esta época, já que é a transição do inverno para o verão. “Teremos dias de verão com muito calor e pancadas de chuva e outros com nebulosidade e temperatura mais baixa típica do inverno.”

Em dias quentes e secos, a instrução da docente da USCS é aumentar o consumo de água e evitar atividades ao ar livre nos horários abafados – a orientação é que seja antes das 10h e após as 16h. Isso porque a baixa umidade e o calor podem gerar problemas respiratórios e conjuntivite, por exemplo.

“Já nos dias mais frios, os principais afetados são aqueles que possuem algum problema cardiovascular, como os hipertensos, pois ocorre a vasoconstrição, que eleva a pressão arterial”, explica Cristina. Para evitar os efeitos, a indicação é manter o corpo aquecido.

Comentários


Veja Também


Primavera acende alerta para alergia respiratória em crianças e idosos

Estação mais florida do ano, a primavera começou ontem. Esta é uma época de alerta para a saúde, uma vez que o pólen suspenso no ar é um alérgeno que pode desencadear alergias respiratórias, como a rinite, principalmente em crianças de até 2 anos e idosos. Para evitar o problema, dica é manter a ...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar