Internacional

Netanyahu não obtém maioria para formar governo, indica apuração


O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, não vai conseguir obter maioria no Parlamento do país, indicam resultados parciais da apuração das eleições realizadas na terça-feira, 17. Com isso, o premiê deverá iniciar um período de negociações para tentar formar uma coalizão.

Os primeiros resultados mostram que o partido de Netanyahu, o conservador Likud, obteve 32 cadeiras no Parlamento, mesmo número do partido Azul e Branco, do centrista Benny Gantz. As alianças "naturais" do premiê, com partidos religiosos e ultranacionalistas, somam apenas 56 dos 120 assentos no Legislativo.

No início da manhã desta quarta-feira, 18, Netanyahu disse, em encontro com apoiadores, que vai tentar formar um novo governo. "Nos próximos dias vamos realizar negociações para montar um forte governo sionista, para prevenir a formação de um perigoso governo antissionista", disse o premiê, que há dez anos comanda o país.

Gantz anunciou que também tentará formar uma coalizão para governar Israel. "Vamos trabalhar para formar um amplo governo de unidade, que vai expressar o desejo das pessoas", disse o candidato, na manhã desta quarta.

O resultdo final do pleito deverá ser divulgado ainda nesta quarta.

Comentários


Veja Também


Netanyahu não obtém maioria para formar governo, indica apuração

O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, não vai conseguir obter maioria no Parlamento do país, indicam resultados parciais da apuração das eleições realizadas na terça-feira, 17. Com isso, o premiê deverá iniciar um período de negociações para tentar formar uma coalizão.

Os primeiros...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar