Internacional

Suspeito de matar Rafic Hariri é acusado de tomar parte em três ataques


O Tribunal Especial da ONU para o Líbano anunciou nesta segunda-feira, dia 16, ter indiciado um membro do grupo xiita Hezbollah - acusado de ter participado, em 2005, do assassinato do premiê libanês, Rafic Hariri - por outros três ataques contra políticos. Salim Jamil Ayyash, de 55 anos, que está em liberdade, foi acusado de atentados contra Marwan Hamadé, Georges Haoui e Elias Murr, em 2004 e 2005. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários


Veja Também


Suspeito de matar Rafic Hariri é acusado de tomar parte em três ataques

O Tribunal Especial da ONU para o Líbano anunciou nesta segunda-feira, dia 16, ter indiciado um membro do grupo xiita Hezbollah - acusado de ter participado, em 2005, do assassinato do premiê libanês, Rafic Hariri - por outros três ataques contra políticos. Salim Jamil Ayyash, de 55 anos, que est...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar