Cena Política

Discussão sobre apadrinhados no TCE


Na semana passada, o titular da Secretaria-Geral Legislativa da Câmara de Diadema, Roberto Viola, foi ao TCE (Tribunal de Contas do Estado) para sustentação oral de defesa na avaliação da contabilidade de 2016 da casa, último ano de gestão do ex-vereador José Dourado (PSDB). Em sua fala, questionou critérios utilizados pela corte ao definir o número de servidores em comissão nos legislativos e defendeu até que assessor de vereador não seja contabilizado como funcionário apadrinhado porque ajuda os parlamentares a subirem os morros. A resposta veio direta do presidente do TCE, Antonio Roque Citadini. “Acho que generalizadamente as câmaras estão com muitos funcionários. Elas viraram um negócio de louco. E essa história que tem de ter oito assessores para ir na favela, para ir não sei o que lá. Vereador tem que fazer discurso, lei, discutir e votar. Na maior parte dos municípios o vereador faz uma reunião a cada 15 dias, cada 20 ou uma vez por mês.” 

GPS

 O deputado federal Alexandre Padilha (PT) ironizou, em suas redes sociais, a situação de Fabricio Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Queiroz, apontado como laranja de Flávio, foi encontrado pela revista Veja morando no Morumbi, bairro da Zona Sul da Capital. “Nem (Alexandre) Frota (deputado federal pelo PSDB) nem (Sergio) Moro (ministro da Justiça). (O governador João) Doria está mais perto é do Queiroz, escondido a 600 metros do palácio do governo”, escreveu o petista.

Expectativa

 Ex-governador de São Paulo e cotado para ser candidato do PSB à prefeitura da Capital no ano que vem, Márcio França confirmou presença em atividade política amanhã, a partir das 10h, na Câmara paulistana. O evento reunirá diretórios municipais pelo Estado e tem sido tratado como termômetro da vontade de França em ser prefeiturável em 2020. Quem está otimista com essa possibilidade é o vereador Edison Parra, presidente do PSB de São Caetano. “Estivemos juntos em 2018 em campanha ao governo do Estado e agora não será diferente. O Márcio França é nossa liderança política. Com toda certeza terá mais uma vez o apoio maciço do Grande ABC em mais essa empreitada rumo à prefeitura de São Paulo.”

Comentários


Veja Também


Discussão sobre apadrinhados no TCE

Na semana passada, o titular da Secretaria-Geral Legislativa da Câmara de Diadema, Roberto Viola, foi ao TCE (Tribunal de Contas do Estado) para sustentação oral de defesa na avaliação da contabilidade de 2016 da casa, último ano de gestão do ex-vereador José Dourado (PSDB). Em sua fala, question...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar