Diarinho

Filhotes em busca de aventura


A ideia por trás da figura do ninja envolve habilidades especiais, golpes precisos, ataques surpresas e participação em combates contra forças malvadas. O universo da cultura pop já abraçou esse personagem em outras oportunidades, a exemplo de Naruto e das Tartarugas Ninja, e uma nova animação faz desse universo o pano de fundo em Ninjin, produção brasileira que teve ajuda do roteirista Roger Keesse, de São Bernardo para ganhar forma.

A dinâmica do seriado se desenvolve em torno do personagem que dá nome ao programa, filhote de coelho que sonha em se tornar um mestre das artes ninjas. Sua vontade de aprender tem o mesmo tamanho de sua falta de habilidade e concentração. Ele tem a companhia de Flink e Akai, com quem participa dos ensinamentos do Sensei (professor, em tradução do termo japonês para o português).

Entre escapadas de deveres diários, leituras de gibis sobre as lendárias Guerras do Bambu e fugas para explorar a floresta e as ruínas da região, eles ficam frente a frente com os alunos do Shogun do mal e seu filho, que plajenam invadir a vila onde moram. As brigas, que prometem ser sérias, acabam por gerar mais risadas do que a tensão típica do combate entre guerreiros, mesmo que todos sejam aspirantes ao papel de heróis e vilões. Superação de dificuldades e o poder da amizade entre o trio também fazem parte do pacote do programa.

Ninjin ganha espaço no Cartoon Network – coprodutora em parceria com a Birdo Studio e o estúdio Pocket Trap – a partir de quarta-feira (4), às 11h30. Neste mês de estreia, o seriado ainda terá maratona especial em 19 de setembro, uma quinta-feira, às 20h, com exibição de capítulos em sequência.

Ao mesmo tempo em que tudo ocorre na primeira temporada em 22 episódios com a história principal, o mundo do desenho nacional se amplia com pequenas sessões paralelas a partir de outubro. Trechos de três minutos mostram o treinamento maluco do trio com o Sensei e drops de um minuto de duração revelam brincadeiras dos personagens. Esses materiais serão apresentados ao longo da programação do Cartoon Network e na página do canal no YouTube (www.youtube.com/BRCartoonNetwork).

Roteirista da região é um dos criadores

Como surgiu o projeto em torno de Niniin?
O trabalho começou depois que eu conheci o Rodrigo Zangelmi, artista do Ninjin: Clash of Carrots. Depois de um tanto, falamos da possibilidade de transformar o Ninjin, sendo que o jogo e a série estavam em desenvolvimento meio que ao mesmo tempo. Os dois projetos se influenciaram. O Flink, por exemplo, só existe no seriado. O jogo foi lançado antes, mas eles passam um bom tempo depois do seriado. Gostamos de falar que eles não são os heróis típicos de desenhos de aventuras. São crianças que desejam ser esses heróis de desenhos animados de aventura que assistem na TV.

De que forma espera que o desenho animado se conecte com o público?
A série foi feita para se conectar olho no olho com as crianças. Fomos atrás de histórias que conversassem com esse público mais novo do melhor jeito. É um projeto colorido, barulhento e explosivo de propósito. Queremos que Ninjin tenha um lugar especial dentro do coração dos espectadores. Estamos curiosos para saber como será a recepção para tudo que tivemos inventando.

Como foi trabalhar com o universo dos ninjas?
Fizemos pesquisa séria sobre o mundos dos ninjas e descobrimos que eles são bem diferentes do que a ficção conta. Esses personagens não têm consciência do que realmente é ser um ninja, igual a maioria das pessoas. Só sabem o que veem em desenhos, filmes e HQs. Imaginam que seja um universo só de lutas, gritos, equipamentos especiais, invasões secretas e ataques surpresas. Acaba sendo algo bem legal.

ORIGEM.O desenho é baseado em Ninjin: Clash of Carrots (2018), para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC. A atração do estúdio Pocket Trap, de São Paulo, ocorre em fases, com a versão já mais velha dos heróis enfrentando inimigos que surgem nas fases. Equipamentos conquistados ajudam a deixar os guerreiros com melhores ataque e defesa. 

Comentários


Veja Também


Filhotes em busca de aventura

A ideia por trás da figura do ninja envolve habilidades especiais, golpes precisos, ataques surpresas e participação em combates contra forças malvadas. O universo da cultura pop já abraçou esse personagem em outras oportunidades, a exemplo de Naruto e das Tartarugas Ninja, e uma nova animação fa...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar