Palavra do Leitor

Como gerenciar serviços em campo


A indústria de serviços em campo continua a evoluir de função tradicional de instalação, manutenção e reparo para função geradora de receita estratégica e diferencial competitivo. Os provedores de serviços estão em constante missão para descobrir formas mais eficazes de aumentar a participação no mercado e satisfazer o cliente. Moderna tecnologia de gerenciamento de serviços em campo oferece soluções para desafios enfrentados nesse processo. Conheça os três principais indicadores de desempenho para medir o sucesso de tecnologia de gerenciamento de serviços em campo.

– Experiência excepcional do cliente – relatório de serviços em campo que mede as expectativas em torno dos serviços entregues descobriu que experiência positiva do cliente é baseada em grande parte na minimização do tempo gasto esperando a chegada do técnico. O serviço em campo preditivo ajuda a resolver esse problema. Ao alavancar IA (Inteligência Artificial), aprendizado de máquina (programação de inteligência de dados para otimizar tomada de decisão) e data science (ciência que estuda as informações para análise de dados) para entender quanto tempo os técnicos levam para realizar tarefas somado ao tempo de viagem, esse serviço ajuda a aumentar a precisão do cronograma e oferece melhor serviço aos clientes.

– Redução de custos e aumento de produtividade – simplificar tarefas e reduzir o tempo gasto em trabalho administrativo pode levar a aumento significativo de tarefas concluídas por dia. O custo do serviço e as tarefas por dia são indicadores (KPIs) que oferecem maior retorno. A taxa fixa média inicial da organização é de aproximadamente 77%. Isso significa que, para todas as visitas repetidas, o cliente precisa reservar ainda mais tempo para esperar pelo técnico. E em 23% do tempo o provedor de serviços precisa incorrer em custos adicionais. Felizmente, o agendamento inteligente permite que as organizações identifiquem o técnico certo com equipamentos, peças e habilidades adequadas para acertar já na primeira vez, melhorando drasticamente as taxas de correção da primeira visita e obtendo melhoria na produtividade de até 40%.

– Conformidade de serviço – para empresas com contratos de nível de serviço, é vital que técnico responda a emergências críticas em tempo hábil. A incorporação de sensores de internet das coisas em equipamentos permite a geração automática de relatórios, melhorando consideravelmente as chances de atender aos SLAs (Acordos de Níveis de Serviço).

Na busca por empresa de serviços bem-sucedida, criar a melhor experiência do cliente, reduzir custos e aumentar a produtividade são os objetivos finais.

Paul Whitelam é vice-presidente sênior de marketing da empresa ClickSoftware.

Instituto

Fiquei estupefato ao ler a entrevista que o alcaide Lauro Michels concedeu a este prestigioso Diário (Política, dia 26), sob a alegação de que o Ipred (Instituto de Previdência de Diadema) está próximo da falência – se benefícios funcionais, conseguidos devido à infinda luta do Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema) não forem revistos. O mesmo não ocorre com o Iprem (Instituto de Previdência Municipal), que tem gestores sempre preocupados em agilizar ações para que o instituto não fique em situação falimentar. No meu viés, o prefeito deveria vir a público anunciar medidas concretas para sanar o desequilíbrio financeiro do órgão e não sob a égide de Cassandra, sem cronograma de prazo para quitar débitos que a municipalidade tem com o instituto (considero de bom alvitre mencionar), desde gestões anteriores. Quando foi mencionada a palavra ‘falência’ lembrei da história do bode. Como diria saudoso ente querido ‘batateiro’: ‘Tá na hora dele passar brilhantina Glostora no topete’.

João Paulo de Oliveira

Diadema

Expulsão

Sobre a expulsão do PRB em Diadema, não se pode admitir que três integrantes republicanos da cidade tenham desobedecido a determinações superiores e apoiado candidaturas de políticos de outras siglas (Política, dia 23). Mas, em País onde comunistas defendem abertamente a democracia, o apoio de Vaguinho, Ricardo Yoshio e Cicinho não chega a ser novidade. O resultado está aí: Diadema elegeu apenas um deputado estadual, porque os pseudopartidos políticos se dividiram. A solução para isso talvez fosse a reforma política. Mas aí esbarra-se em sério problema. Essa reforma caberia a quem? Ao Congresso Nacional. Será que os congressistas teriam coragem de mudar radicalmente essa política que, desde a era Vargas, só vem servindo para enganar os eleitores com poucos conhecimentos?

Arlindo Ligeirinho Ribeiro

Diadema

Cometa

Reclamo da falta de educação de motorista da Viação Cometa, que dia 25 fez a viagem Praia Grande-Tude Bastos/São Paulo/Jabaquara/Metrô, com saída às 14h, ônibus 13.229, serviço 73.551, prefixo 5.233, com aparelho sonoro ligado, incomodando passageiros. O curioso é que a empresa coloca em local bem visível no ônibus aviso dizendo que é proibido aos passageiros utilizar aparelho sonoro no interior do veículo. Proibição vale só para passageiros. O motorista também não fez aviso regulamentar para que os passageiros usem cinto de segurança. Parece que falta melhor treinamento aos motoristas da empresa.

Adelto Gonçalves

Santos (SP)

Instituto

Fiquei estupefato ao ler a entrevista que o alcaide Lauro Michels concedeu a este prestigioso Diário (Política, dia 26), sob a alegação de que o Ipred (Instituto de Previdência de Diadema) está próximo da falência – se benefícios funcionais, conseguidos devido à infinda luta do Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema) não forem revistos. O mesmo não ocorre com o Iprem (Instituto de Previdência Municipal), que tem gestores sempre preocupados em agilizar ações para que o instituto não fique em situação falimentar. No meu viés, o prefeito deveria vir a público anunciar medidas concretas para sanar o desequilíbrio financeiro do órgão e não sob a égide de Cassandra, sem cronograma de prazo para quitar débitos que a municipalidade tem com o instituto (considero de bom alvitre mencionar), desde gestões anteriores. Quando foi mencionada a palavra ‘falência’ lembrei da história do bode. Como diria saudoso ente querido ‘batateiro’: ‘Tá na hora dele passar brilhantina Glostora no topete’.

João Paulo de Oliveira

Diadema

Expulsão

Sobre a expulsão do PRB em Diadema, não se pode admitir que três integrantes republicanos da cidade tenham desobedecido a determinações superiores e apoiado candidaturas de políticos de outras siglas (Política, dia 23). Mas, em País onde comunistas defendem abertamente a democracia, o apoio de Vaguinho, Ricardo Yoshio e Cicinho não chega a ser novidade. O resultado está aí: Diadema elegeu apenas um deputado estadual, porque os pseudopartidos políticos se dividiram. A solução para isso talvez fosse a reforma política. Mas aí esbarra-se em sério problema. Essa reforma caberia a quem? Ao Congresso Nacional. Será que os congressistas teriam coragem de mudar radicalmente essa política que, desde a era Vargas, só vem servindo para enganar os eleitores com poucos conhecimentos?

Arlindo Ligeirinho Ribeiro

Diadema

Cometa

Reclamo da falta de educação de motorista da Viação Cometa, que dia 25 fez a viagem Praia Grande-Tude Bastos/São Paulo/Jabaquara/Metrô, com saída às 14h, ônibus 13.229, serviço 73.551, prefixo 5.233, com aparelho sonoro ligado, incomodando passageiros. O curioso é que a empresa coloca em local bem visível no ônibus aviso dizendo que é proibido aos passageiros utilizar aparelho sonoro no interior do veículo. Proibição vale só para passageiros. O motorista também não fez aviso regulamentar para que os passageiros usem cinto de segurança. Parece que falta melhor treinamento aos motoristas da empresa.

Adelto Gonçalves

Santos (SP)

CORREÇÃO

Diferentemente do publicado ontem, caderno Setecidades, página 3, na reportagem ‘Grande ABC registrou 65 roubos por dia em julho’, o número geral de roubos em São Bernardo em julho do ano passado foi 516, portanto, a alta no mesmo mês de 2019 foi de 3,88%. Já o número de roubos de veículos, em julho de 2018, foi 196, tendo reduzido em 48,98% neste ano e, os furtos, foram 193 em 2018, assim, a queda foi de 13,47%. Em São Caetano, o total de roubo em julho de 2018 foi de 65, aumento de 21,54%. O mesmo ocorreu para o número de roubos de veículos, que foi de 35 no ano passado, representando queda de 42,86% neste ano. A soma de furtos de veículos reduziu 49,28%. Em Diadema, foram 437 em julho de 2018, por isso, o aumento de casos em 2019 foi de 18,31%. Quanto aos roubos de veículos, a queda foi de 10,73%. Na Capital, a soma de roubos gerais foi de 10.045 em julho do ano passado, tendo registrado aumento de 16,15% em julho último. Os roubos de veículos foram 1.980 em julho de 2018, resultando em queda de 14,45% neste ano. O furto de veículos totalizou 3.337 no ano passado, com queda de 0,9% em 2019. Em todo o Estado, em julho de 2018, foram 19.774 casos de roubos gerais, tendo subido 7,87% em 2019. O roubo de veículos somou 4.600 casos em 2018, refletindo em queda de 19,63% em 2019. Quanto ao número de furtos de veículos, foram 8.376 ocorrências em 2018, com recuo de 6,06% em 2019.

As cartas para esta seção devem ser encaminhadas pelos Correios (Rua Catequese, 562, bairro Jardim, Santo André, CEP 09090-900) ou por e-mail (palavradoleitor@dgabc.com.br). Necessário que sejam indicados nome e endereço completos e telefone para contato. Não serão publicadas ofensas pessoais. Os assuntos devem versar sobre temas abordados pelo jornal. O Diário se reserva o direito de publicar somente trechos dos textos.

Comentários


Veja Também


Como gerenciar serviços em campo

A indústria de serviços em campo continua a evoluir de função tradicional de instalação, manutenção e reparo para função geradora de receita estratégica e diferencial competitivo. Os provedores de serviços estão em constante missão para descobrir formas mais eficazes de aumentar a participação no...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar