Cena Política

Cotados, mas com sombra no caminho


Os ex-prefeitos Luiz Marinho e José de Filippi Júnior, de São Bernardo e Diadema, respectivamente, e ambos do PT, devem ser candidatos em suas cidades na eleição do ano que vem. Com recall eleitoral, aparecem bem colocados nas pesquisas de intenções de voto extraoficiais que já circulam entre os estrategistas das campanhas. Porém, convivem com a sombra da Operação Lava Jato. No domingo, o jornal O Estado de S.Paulo mostrou que um ex-diretor da OAS relatou ter pago R$ 12 milhões em propinas para executar obras em São Bernardo na gestão Marinho. Filippi, tesoureiro de campanhas presidenciais do PT, teve nome citado em delações que envolvem o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad (PT), de quem foi secretário de Saúde. Esses fatos, obviamente, são extremamente explorados pela oposição a eles. Resta saber se haverá respingo nos projetos eleitorais.

Alzheimer
O vereador Aurélio Bacelar de Paula (PTB), de São Bernardo, celebrou a aprovação de seu projeto de lei para instaurar programa de tratamento e prevenção da doença de Alzheimer. O petebista solicitou que o Executivo adote ações para atenção específica aos acometidos pelo mal.

MDB em Mauá
Jantar realizado em Mauá marcou encontro de lideranças do MDB regional, que buscam alternativa caso a prefeita Alaíde Damo não seja candidata à reeleição. Opção é apoio a Risele Gomes, sob discurso de reestruturação. Postulante a vice na chapa de Donisete Braga em 2016, Cleber Broch compareceu ao ato. 

Comentários


Veja Também


Cotados, mas com sombra no caminho

Os ex-prefeitos Luiz Marinho e José de Filippi Júnior, de São Bernardo e Diadema, respectivamente, e ambos do PT, devem ser candidatos em suas cidades na eleição do ano que vem. Com recall eleitoral, aparecem bem colocados nas pesquisas de intenções de voto extraoficiais que já circulam entre os ...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar