Setecidades

Região aposta em exercícios físicos gratuitos para a promoção da saúde


Com o objetivo de promover saúde por meio do incentivo à vida ativa, a região conta com seis espaços que oferecem atividades físicas com orientação profissional gratuitas. Os equipamentos fazem parte do programa Academia da Saúde, do Ministério da Saúde, e estão localizados em espaços públicos próximos à UBSs (Unidades Básicas de Saúde), onde infraestrutura e equipamentos são montados para este fim.

No País, são 1.335 polos e, no Estado, 114. Em São Bernardo, são quatro unidades: Jardim Farina, Jardim Nazareth, Silvina e Santa Cruz. Já em Mauá, são duas: Oratório e Kennedy. As demais cidades do Grande ABC informaram que não possuem unidades do programa, ainda que tenham academias ao ar livre. Apenas Rio Grande da Serra não respondeu aos questionamentos do Diário até o fechamento desta edição.

Segundo Alexandre Romero, professor do curso de Educação Física da USCS (Universidade Municipal de São Caetano), estas ações oferecem diversas vantagens à população. “Além de incentivar a prática regular de exercícios, combatendo o sedentarismo, há benefícios biológicos, cognitivos, sociais e psicológicos para os participantes”, afirma. Exemplo é a melhora do sistema cardiorespiratório, fortalecimento muscular, redução dos riscos de desenvolvimento de doenças crônicas e depressão.

O especialista assinala que as atividades físicas podem contribuir de maneiras diferentes em cada faixa etária. “Se a pessoa tiver uma vida ativa desde cedo, os efeitos da redução da força muscular e perda da massa óssea, que causam quedas e fraturas em idosos, respectivamente, serão minimizados”, explica. “Já nos adolescentes, a prática regular de exercícios reduz as chances do jovem se relacionar com o tabaco”, completa.

Vale destacar que quanto antes a população adotar hábitos saudáveis maiores serão os benefícios a longo prazo. “Melhor do que tratar, é prevenir as doenças”, pontua Romero. “Não basta contar com a determinação do indivíduo a ter uma vida ativa. É preciso facilitar o acesso aos ambientes apropriados.”

NA PRÁTICA
Rosane de Fátima Tosi, educadora social da Academia da Saúde do Jardim Farina, assinala que determina quais exercícios irá passar a turma, que tem 30 pessoas, com o auxílio de fisioterapeutas, neurologistas e psicólogos da UBS. “Fazemos atividades que trabalham equilíbrio, coordenação, força e, até mesmo, a memória. O mais gratificante é notar a evolução do grupo”, conta.

Assim, não apenas alongamentos fazem parte das aulas, que são realizadas diariamente. A profissional usa a criatividade para propor atividades multissensoriais com recursos variados, como fitas e vendas. “Observo o que os integrantes gostam e precisam fazer quando vou planejar a aula. É importante propor coisas que os mantenham envolvidos e sempre respeitando o limite de cada um”, afirma.

A aposentada Ermelinda Doti de Godoi, 58 anos, moradora do mesmo bairro da UBS, relata que, caso não frequentasse o programa, não estaria conseguindo andar. “Já passei por várias cirurgias, entre elas uma na coluna. Participar das atividades faz com que eu me sinta mais disposta”, conta. Além disso, o colesterol baixou depois que ela passou a frequentar as aulas duas vezes na semana.

Já Dirce Simeão, aposentada, 68, residente do Baeta Neves, lembra que há um ano estava com a respiração comprometida por causa de enfisema pulmonar. “Faço atividades duas vezes na semana e é isso que me levanta e faz eu me sentir viva”, salienta.

Contudo, além do desenvolvimento físico, a dona de casa do Nova Baeta, Teresinha Rodrigues dos Santos, 52, ressalta que as atividades são oportunidade para socializar e fazer amigos. “Os exercícios físicos podem, realmente, unir as pessoas e promover a empatia, a solidariedade e a tolerância”, assegura Romero.

Quem deseja participar da Academia da Saúde basta verificar datas e horários nas UBSs que disponibilizam o programa. Não é necessário fazer cadastro prévio e não há frequência determinada.

Comentários


Veja Também


Região aposta em exercícios físicos gratuitos para a promoção da saúde

Com o objetivo de promover saúde por meio do incentivo à vida ativa, a região conta com seis espaços que oferecem atividades físicas com orientação profissional gratuitas. Os equipamentos fazem parte do programa Academia da Saúde, do Ministério da Saúde, e estão localizados em espaços públicos pr...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar