Diarinho

Em que país surgiu o cachorro-quente?


Acredita-se que a versão do cachorro-quente que conhecemos seja herança direta da chegada dos alemães – que aportaram nos Estados Unidos ao fim do século XIX e início do século XX.Com eles, muitos hábitos alimentares foram trazidos, principalmente a produção e o consumo de embutidos, como a salsicha.

A história mais conhecida é creditada a Anton Feuchtwanger, que em 1904, na cidade de Saint Louis, vendia salsichas quentes e as servia com luvas de algodão para evitar que as pessoas queimassem as mãos. Como muitos clientes acabavam por não devolver as luvas, Anton se viu diante da ideia de criar produto que pudesse ser consumido junto com a salsicha. Então, com a ajuda de um parente padeiro passaram a servir a iguaria no pão.

Outra versão, mais antiga, atribui a criação do cachorro-quente a um açougueiro de Frankfurt, na Alemanha, que em 1852 batizou suas salsichas com o nome de seu cachorro – da raça dachshund. Logo as pessoas se referiam ao embutido servido no pão com o nome de cachorro.

ORIGEM - As salsichas nasceram da necessidade do homem em reaproveitar e conservar sobras de carne de animais. Com mão de obra especializada dos açougueiros, as carnes passaram a ser temperadas e colocadas em um invólucro natural de tecido animal – as tripas. Para se ter ideia, os primeiros registros deste tipo de produto datam de 589 a.C. na China. Algumas evidências sugerem que o alimento já era muito popular entre gregos e romanos.

Na era moderna, o produto como conhecemos hoje ficou famoso graças aos alemães, que afirmam que a cidade de Frankfurt é tida como local onde se originou a salsicha no ano de 1487. Em Viena, Capital da Áustria, os habitantes afirmam terem produzido a primeira salsicha.

EM TERRAS BRASILEIRAS - No Brasil, a estimativa é a de que o primeiro cachorro-quente tenha sido consumido por volta de 1926 por causa do empresário Francisco Serrador, criador da Cinelândia, no Rio de Janeiro.

No entanto, o lanche só ganhou popularidade no período pós-Segunda Guerra, por causa da americanização nos hábitos de consumo. Em São Paulo o produto caiu de vez no gosto das pessoas com a criação das primeiras lanchonetes na cidade, no início da década de 1960.

Apesar de hoje consumirmos cachorro-quente com cheddar, vinagrete, purê, frango e tantos outros ingredientes, o clássico hot dog é composto por salsicha de excelente qualidade, pão muito macio (do tipo sovado, de leite ou brioche) somado a uma quantidade suficiente do molho de sua preferência.

Estima-se que na Alemanha existam cerca de 1.500 variedades de salsichas;

A mostarda é o molho mais popular do cachorro-quente em todo o mundo.

Consultoria de Patrick Ambrogi, professor do curso de gastronomia da Universidade Anhembi Morumbi, de São Paulo. 

Comentários


Veja Também


Em que país surgiu o cachorro-quente?

Acredita-se que a versão do cachorro-quente que conhecemos seja herança direta da chegada dos alemães – que aportaram nos Estados Unidos ao fim do século XIX e início do século XX.Com eles, muitos hábitos alimentares foram trazidos, principalmente a produção e o consumo de embutidos, como a salsi...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar