Memória

Nasce uma avenida


 O início de construção do segundo trecho da Avenida Brigadeiro Faria Lima, no Centro de São Bernardo, foi documentado pelo repórter-fotográfico Mário Otsubo, hoje residindo no Japão. E os negativos fotográficos da reportagem, datada de 6 de outubro de 1972, fazem parte do acervo do Banco de Dados do Diário do Grande ABC. Algumas daquelas imagens formam a sequência desta Semana São Bernardo 2019.

O prefeito Aldino Pinotti deu início às obras, cuja primeira parte interligou a Praça Samuel Sabatini, a do Paço Municipal, até a Rua Américo Brasiliense. O prefeito seguinte, Geraldo Faria Rodrigues, completou o percurso, até o chamado ‘fim da Vila’, junto à antiga Brastemp, onde foi construído o Viaduto Miguel Etchenique – nome em homenagem ao executivo que criou a Brasmotor e a Brastemp.

1968 (fevereiro)

Prefeitura de São Bernardo inicia a construção de ponte sobre o Ribeirão dos Meninos, na altura da Rua Américo Brasiliense.

A ponte permitiria a rápida execução das galerias de concreto armado ao longo do curso d’água, no trecho compreendido entre as ruas Dr. Flaquer e Américo Brasiliense, visando a posterior abertura da avenida marginal. 

Iniciava-se, portanto, a construção da atual Avenida Brigadeiro Faria Lima.

1970 (16 de agosto)

Com a presença do governador Laudo Natel, o prefeito Aldino Pinotti inaugura o primeiro trecho da Avenida Faria Lima. A via corta o Centro da cidade em sentido longitudinal para ligar, futuramente, o trevo do km 23 da Via Anchieta ao conjunto viário do Paço,

1976 (25 de agosto)

Prefeito Geraldo Faria Rodrigues inaugura o Viaduto Miguel Etchenique, no fim da Avenida Faria Lima, defronte à Brastemp.

1987 (6 de março)

Governador Franco Montoro inaugura o primeiro trecho, ainda incompleto, do sistema trólebus na Avenida Faria Lima, em São Bernardo. 

O trecho de três quilômetros seria o único a ficar pronto na gestão Montoro. Os 33 quilômetros entre São Mateus e Jabaquara, cruzando o Grande ABC, seriam entregues no governo Quércia, ainda assim incompletos.

Amanhã na Semana 

São Bernardo

O Paço em 1971. E a foto premiada de Adão dos Santos em 1963

Diário há 30 anos

Sábado, 19 de agosto de 1989 – ano 32, edição 7148

Manchete – PT põe o caso de Diadema sob censura – em referência à ocupação do Buraco do Gazuza.

Comunicação – Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema desafiam o Dentel (o antigo Departamento Nacional de Telecomunicações) e pretendem criar rádio pirata. “Pirata não, rádio livre”, declarava o presidente Vicentinho.

Cultura & Lazer – Poesia comemora o centenário de Cora Coralina, com ciclo de palestras em São Bernardo e lançamento de dois livros.

“Cora Coralina foi um caso único na literatura brasileira, uma voz solitária e singular que jamais se filiou a nenhuma corrente literária”, dizia a escritora Dalila Teles Veras, uma das organizadoras do ciclo em homenagem à autora goiana.

Em 19 de agosto de...

1919 – Assassinado o casal Quaglia, em restaurante da Estrada Velha do Mar, em São Bernardo.

Nota – Um dos autores do crime foi o próprio funcionário do casal de italianos, preso anos depois, quando foi descoberto ao tirar um documento de identificação. O criminoso agiu com um comparsa, também preso.

A notícia ocupou os principais jornais de São Paulo. Foi radiofonizada num programa de rádio que tinha como título ‘O Crime não Compensa’.

As peças judiciais foram estudadas na Faculdade de Direito de São Bernardo num programa de ensino chamado ‘Júri Simulado’, desenvolvido pelo professor Calixto Antonio.

Zélia Gattai cita o crime no livro Anarquistas, Graças a Deus.

No lugar do restaurante foi erigida uma capela, que ali permanece e que batiza o bairro em frente, o Capelinha, na Estrada Velha do Mar.

1949 – Funcionários da International Harvester, de Santo André, fundam o Iagá FC, chamado de ‘O tricolor da Avenida Pedro Américo’. 

1959 – CTBC inaugura a ampliação da central telefônica de Santo André, que passa a ter mais 800 telefones.

1974 – Vereador Álvaro Domingues discorre sobre o aniversário de São Bernardo e da tribuna da Câmara declara: “A morte de uma indústria muito importante, a cinematográfica, representada pela Vera Cruz”.

1979 – Fundada a Associação Nacional de Jornais, no Rio de Janeiro. Diário do Grande ABC é um dos filiados.

1984 – Inaugurada rede de água no núcleo da Vila Metalúrgica, em Santo André.

Santos do Dia

João Eudes (França 1601-1680). 

Sacerdote e missionário. Ele fundou a Congregação de Jesus e Maria e a Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor ‘Irmãs do Bom Pastor’.

Comentários


Veja Também


Nasce uma avenida

 O início de construção do segundo trecho da Avenida Brigadeiro Faria Lima, no Centro de São Bernardo, foi documentado pelo repórter-fotográfico Mário Otsubo, hoje residindo no Japão. E os negativos fotográficos da reportagem, datada de 6 de outubro de 1972, fazem parte do acervo do B...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar