Memória

De volta aos anos 1940


Maria lavava
José estendia
O que faziam de noite
É coisa que não se via...

(Henry Veronesi, 1999, versos citados no livro dos 89 anos do SCEC)

Nota – Marmorista com oficina na Rua Rodrigues Alves, Angelo Del Prato, o Maria Lavava, foi um dos autores, em 1944, do distintivo do SCEC, em parceria com o barbeiro Américo Juliani. Os versos acima, Del Prato recitava pelas ruas da cidade, em italiano – daí o apelido.

***

Nesta Segunda Semana São Caetano 2019, uma foto inédita focaliza encontro social do São Caetano Esporte Clube, o mais antigo da cidade, fundado em 1914 – portanto, com 105 anos de história.

Data da foto: 9 de novembro de 1944. A II Guerra Mundial alcançava o momento mais decisivo. A Itália fazia parte do Eixo e o Brasil estava ao lado dos Aliados. Os novos estatutos do SCEC garantem a presença feminina e falam do distintivo, da flâmula e do escudo do clube. Mas acatam as ordens governamentais: italianos, japoneses e alemães não podiam fazer parte da diretoria de qualquer clube brasileiro.

José Giardullo, presidente do São Caetano, concluía mandato e passava o cargo a Lauro Garcia, que manteve a rotina de realizações, com belas festas e bailes animadíssimos.

O flagrante leva a assinatura do Estúdio Fâmula, profissional da imagem que fez história na cidade. Original foi localizado nos guardados de Paschoalino Assumpção, fundador e eterno coordenador do Gipem (Grupo Independente de Pesquisadores da Memória). A imagem foi repassada à Memória pelo filho do Paschoalino, Ricardo Assumpção.

AMANHÃ EM MEMÓRIA

Rádio Cacique. Todos lembram

Memória na TV

- A festa do futebol amador de Santo André
- Quase 100 clubes esperados na Câmara Municipal
- Entrevistados: vereador José Teixeira Leite (Zezão) e fotógrafo e cinegrafista
Fernando C. Villafranca
- No ar pelo Diário OnLine: www.dgabc.com.br

No programa Memória na TV desta semana, uma convocatória geral: a Câmara de Santo André promoverá, em 13 de agosto (terça-feira próxima), às 19h30, sessão em homenagem ao futebol amador da cidade.

A iniciativa é do vereador José Teixeira Leite, o Zezão, que convidou os 96 clubes da cidade, distribuídos entre quatro divisões, e também os não filiados à LSF (Liga Santoandreeense de Futebol). Uma escola de samba animará a festa.

Um filme alusivo ao Dia do Futebol Amador de Santo André será exibido. Foi rodado em 15 de agosto de 1950 e preservado por Paschoalino Assumpção, então presidente da Liga. O filme foi recuperado pelo fotógrafo e cinegrafista Fernando Villafranca.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 8 de agosto de 1989 – ano 32, edição 7138

Manchete – Prefeito estimula invasor em Diadema. Trezentas famílias invadiram três terrenos municipais no Parque Reid e nos Jardins Campanário e Casa Grande.
Meio Ambiente – Durante 30 minutos a Petroquímica União despejou fumaça preta no céu de Santo André.
Futebol – Curuçá vence o Torino e é o campeão da Primeira Divisão de Santo André: 1 a 0, gol de Patinho.
Polícia – Oito detentos fogem da Cadeia Pública de Ribeirão Pires; cinco são recapturados.

Em 8 de agosto de...

1914 – A I Guerra Mundial. Da manchete do Estadão: combates na Bélgica, na Rússia, na Sérvia, na fronteira franco-alemã e nos mares.
- Guglielmo Marconi, o célebre inventor do telégrafo sem fio, oferece os seus serviços ao governo da Itália, em caso de necessidade.
1944 – Aprovado o loteamento Vila Vitória, em Santo André.
1984 – Cidade da Criança, em São Bernardo, ganha uma nova atração, o Mundo Encantado.

Hoje

- Dia Nacional do Controle do Colesterol

Santos do Dia

- Domingos de Gusmão (Caleruega, Espanha, 1170 – Bolonha, Itália, 1221). Fundador da Ordem dos Pregadores ou Dominicanos.

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 8 de agosto:
- Em São Paulo, Alvilândia e Votuporanga
- No Piauí, Campo Maior e Pio IX
- Em Minas Gerais, Conceição dos Ouros
- Na Bahia, Morro do Chapéu e Muritiba
- Em Santa Catarina, Nova Trento
- No Rio de Janeiro, Paracambi
- Em Pernambuco, Pedra

Fonte: IBGE

Comentários


Veja Também


De volta aos anos 1940

Maria lavava
José estendia
O que faziam de noite
É coisa que não se via...

(Henry Veronesi, 1999, versos citados no livro dos 89 anos do SCEC)

Nota – Marmorista com oficina na Rua Rodrigues Alves...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar