Política

Câmara aprova auxílio a famílias do Di Thiene


A Câmara de São Caetano aprovou ontem, em duas discussões e em sessão extraordinária, a concessão de auxílio aluguel para famílias que moravam no Condomínio Di Thiene, no bairro Fundação, que desabou em junho. Há promessa de o benefício ser pago por 18 meses, inclusive para pessoas que não encontrarem moradia em São Caetano.

Líder do governo na casa, Tite Campanella (Cidadania) comentou, durante a sessão, que a administração consentiu em manter o auxílio a famílias que, eventualmente, tenham de residir em outro município. O benefício será depositado por 18 meses, sendo a primeira parcela de R$ 800 e as demais de R$ 400.

“São Caetano assume compromisso de garantir os direitos sociais das famílias mesmo se não forem mais moradoras de São Caetano. Se uma dessas famílias previamente cadastradas tiver necessidade de morar na divisa, em outros municípios, terá vaga escolar e demais programas sociais mantidos no prazo 18 meses”, disse o presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB). “Esta casa aprovou com celeridade entendendo a necessidade.”

Segundo a Prefeitura, a Secretaria de Assistência e Inclusão Social fará análise de moradores aptos a receberem benefício, uma vez que a distribuição do valor obedecerá a critérios técnicos, entre eles “constar no cadastro dos residentes no imóvel, não ser proprietário ou possuidor a qualquer título de outro imóvel e ter renda familiar de, no máximo, cinco salários mínimos nacionais vigentes”. “Não farão jus ao recebimento do auxílio emergencial as pessoas que exerciam atividade comercial no imóvel afetado, mas não residiam no local na data da ocorrência do desabamento”, emendou o Paço.

Quando houve o acidente, 101 famílias moravam no Condomínio Di Thiene. O governo do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) mantém tratativas com a gestão estadual para obter solução habitacional definitiva aos atingidos. 

Comentários


Veja Também


Câmara aprova auxílio a famílias do Di Thiene

A Câmara de São Caetano aprovou ontem, em duas discussões e em sessão extraordinária, a concessão de auxílio aluguel para famílias que moravam no Condomínio Di Thiene, no bairro Fundação, que desabou em junho. Há promessa de o benefício ser pago por 18 meses, inclusive para pessoas que não encont...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar