Cena Política

Redenção cinco anos depois em Diadema


Em 2014, quando Regina Gonçalves (PV) foi candidata a deputada estadual, seu mote de campanha foi a batalha pelo Metrô em Diadema. Entre 2011 e 2013, Regina exerceu o mandato na Assembleia Legislativa, pois Edson Giriboni, titular da cadeira, era secretário no governo Geraldo Alckmin (PSDB). À época, a então parlamentar se reuniu com técnicos do Metrô e da Secretaria dos Transportes Metropolitanos buscando viabilidade de levar para sua cidade uma linha de Metrô. O debate aconteceu. A linha, não. E Regina foi execrada pela propaganda espalhada no município sobre a chegada do Metrô. Pois bem, cinco anos se passaram e uma espécie de redenção chegou para Regina. O governo do Estado, agora sob gestão de João Doria (PSDB), alijou Diadema do pacote de mobilidade para o Grande ABC. E muitos dos críticos de Regina no passado têm reconhecido que pelo menos a verde brigou pelo Metrô em Diadema, diferentemente do atual deputado estadual da cidade, o ex-vice-prefeito Márcio da Farmácia (Podemos). 

Tempos de paz

 Após a crise entre a base governista da prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), e o secretário de Governo, João Veríssimo, a relação entre as partes acalmou. Houve conversas entre todos os lados, entre interlocutores do Paço e da Câmara, para que rusgas do dia a dia não atrapalhem o andamento do governo. O problema ainda é a escolha do adjunto para auxiliar Veríssimo em sua função. Todos os nomes especulados são próximos de algum vereador, justamente o que a administração não quer. Vale lembrar que a indicação de José Francisco Jacinto, o Icão (foto), ex-chefe de gabinete do vereador Chiquinho do Zaíra (Avante), desencadeou toda a crise que resultou na rejeição inédita da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

Velocidade

 Vereador de Diadema, Salek Almeida (DEM) utilizou na quinta-feira a tribuna para celebrar o encaminhamento de R$ 3,5 milhões de emendas do deputado federal Alexandre Leite (DEM-SP) para construção da UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Paulina. Ele disse que o dinheiro já está na conta do município, inclusive, declaração que chamou atenção dos colegas. Isso porque há um mês ele esteve em Brasília para pedir o recurso. Duas semanas depois, Alexandre Leite esteve em Diadema, com o prefeito Lauro Michels (PV), para tratar do tema. E, agora, o recurso está apto ao uso. Via de regra, emendas costumam demorar anos para chegar efetivamente aos municípios.

Absolvição

 Ex-prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT) celebrou ontem a absolvição em ação civil pública movida contra ele por compra de mobiliário na área da educação sem licitação em sua primeira passagem pelo Paço, entre 1997 e 2004. À época, a Prefeitura pagou R$ 233,6 mil nos itens. O Ministério Público processou o petista – e outros agentes públicos envolvidos na negociação – e Oswaldo foi condenado em primeira instância. Recorreu em segunda instância e foi inocentado. O ex-prefeito está na lista do petismo para ser candidato ao Paço no ano que vem e tem confiança do corpo jurídico de que outras ações contra ele já caducaram.

Provável adiamento

 Na semana passada, o governo do Estado anunciou pacote de mobilidade urbana para o Grande ABC e avisou que no dia 6 o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, estaria no Consórcio Intermunicipal para detalhar o plano – que engloba Linha 20-Rosa do Metrô (Rudge Ramos-Lapa), Estação Pirelli da Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanas) e renovação da frota do ramal que vai de Rio Grande da Serra até o Brás. Entretanto, está na agenda viagem do governador João Doria (PSDB) e de Baldy para a China, na mesma semana, para tentativa de captação de recursos estrangeiros em obras do Estado.

Comentários


Veja Também


Redenção cinco anos depois em Diadema

Em 2014, quando Regina Gonçalves (PV) foi candidata a deputada estadual, seu mote de campanha foi a batalha pelo Metrô em Diadema. Entre 2011 e 2013, Regina exerceu o mandato na Assembleia Legislativa, pois Edson Giriboni, titular da cadeira, era secretário no governo Geraldo Alckmin (PSDB). À ép...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar