Cena Política

Contas de Grana na pauta após recesso


A Câmara de Santo André entrou na quinta-feira de recesso, mas já tem em mente qual a primeira pauta no pós-férias dos vereadores: a análise das contas de 2014 e de 2016 do ex-prefeito Carlos Grana (PT). Os dois balancetes chegaram à cidade com parecer pela reprovação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) – em ambas houve contestação sobre investimento mínimo constitucional em educação. Por pouco a casa não apreciou ainda nesta semana, porque há acordo entre os parlamentares para absolver Grana. O acordo envolve até mesmo a base de sustentação do prefeito Paulo Serra (PSDB) no Legislativo. Com o possível aval às contas na primeira semana de agosto, Grana fica livre para tentar ser candidato ao Paço em 2020 – ele integra lista de pré-candidatos do PT.

Inconfidências
A inauguração da sede da Câmara de Rio Grande da Serra, na quarta-feira à noite, foi recheada de cenas inusitadas. A primeira foi o fato de o vereador Paulo Bezerra (PV), de Diadema, se apresentar como presidente da casa – ele, como vice-presidente, ficou à frente da Câmara por dez dias, mas seu mandato interno já havia terminado. Outra situação que chamou atenção foi como o vereador Adelto Cachorrão (Avante) introduzia a conversa com políticos da cidade quando estava ao lado do presidente do Legislativo mauaense, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD). Não foram raras as vezes em que Cachorrão se reportou a Neycar como futuro prefeito de Mauá.

Dia do fico
Circulou ontem informação de que o secretário de Saúde de Santo André, Márcio Chaves (PSD), havia se desligado da administração. A notícia rapidamente se espalhou nas redes sociais. O pessedista, porém, negou veementemente sua saída do governo Paulo Serra (PSDB). Seu nome é especulado para ser candidato a prefeito de Mauá em 2020, como esta coluna já mostrou.

Emendas
O deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT), de São Bernardo, recebeu confirmação de liberação de R$ 500 mil em emendas impositivas feitas por ele no orçamento estadual. São R$ 200 mil para custeio do Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, e outros R$ 300 mil para a Prefeitura de São Bernardo, para áreas de bem-estar social e saúde.

Predicados
Secretário de Administração e vereador licenciado de Rio Grande da Serra, Clauricio Bento (DEM) mantém sua articulação para ser candidato a prefeito da cidade no ano que vem. A aliados, tem levado números – suas votações e emendas conquistadas junto ao deputado estadual Estevam Galvão (DEM) – e dito que, nos nomes à disposição do prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania), é o melhor para construção de ponte da cidade com o Estado, por ser do DEM, partido do vice-governador Rodrigo Garcia, e por ter apoiado o governador João Doria (PSDB) no ano passado.

Prorrogado
A Prefeitura de São Caetano prorrogou prazo para adesão a programa de regularização de situação fiscal com a municipalidade, em especial para devedores de ISS (Imposto Sobre Serviços). Agora, interessados em se acertar com a administração têm até o dia 19.

Encontro
A prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), recebeu ontem a visita do deputado federal Alex Manente (Cidadania), de São Bernardo. A emedebista pediu ajuda do parlamentar para encaminhamento de emendas para a área da saúde. Os secretários de Governo, João Veríssimo, e de Saúde, David Ramalho, além do vereador Melão (Cidadania), participaram da reunião. 

Comentários


Veja Também


Contas de Grana na pauta após recesso

A Câmara de Santo André entrou na quinta-feira de recesso, mas já tem em mente qual a primeira pauta no pós-férias dos vereadores: a análise das contas de 2014 e de 2016 do ex-prefeito Carlos Grana (PT). Os dois balancetes chegaram à cidade com parecer pela reprovação do TCE (Tribunal de Contas d...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar