Setecidades

Polícia prende três homens por roubo e participação em sequestro


A Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas) do 6º Batalhão da PM (Polícia Militar) de Força Tática de São Bernardo prendeu, na manhã desta segunda-feira (17) três homens por roubo e participação em sequestros. 

Os irmãos Erick e Elton Araújo Nunes, com 24 e 21 anos respectivamente, foram indiciados por dois roubos, sendo um na manhã de hoje e outro neste domingo (16), além do envolvimento em dois sequestros ocorridos nos dias 20, 21 e 27, 28 de março — eles foram reconhecidos pelas vítimas. Ambos eram procurados pela polícia há pelo menos um ano.

O parceiro dos irmãos, Carlos Henrique Vieira de Souza, 21, também está envolvido nos casos, além de ter participado do último sequestro realizado pela quadrilha, ocorrido no dia 2 de maio. Os indivíduos foram levados para a Dise (Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes) de São Bernardo. Com eles, a Rocam apreendeu duas motos, placas de veículos, além de documentos e celulares roubados.

De acordo com o delegado titular Ronald Quene Justiniano Marques, os criminosos fazem parte do PCC (Primeiro Comando da Capital) e estão envolvidos em diversos roubos e sequestros. A investigação levantou que as ordens saem de dentro da Penitenciária Nelson Hungria, em Minas Gerais. Os presos Fabrício Leandro Faria, 39, conhecido como FB, e Thiago Rodrigues, 38, chamado de Boca Preta, dão os coordenadas de sequestro por meio do que a polícia chama de WhatsApp fantasma, número usado somente para o registro do aplicativo, porém sem sinal ativo.

A forma usada pela quadrilha é sempre a mesma. Os criminosos anunciam na internet caminhões em bom estado por preço baixo, marcam o local com o interessado na compra, entretanto, quando o comprador chega no endereço eles realizam o sequestro até que o valor do caminhão seja depositado. O Diário noticiou caso parecido no dia 27 de maio (leia mais aqui).

Em março, a Dise prendeu 14 pessoas envolvidas no esquema, mas o delegado afirma que ainda há criminosos para serem encontrados. “Solicitei a Procuradoria que transfira o FB e o Boca Preta para presídio federal. Eles foram ouvidos por meio de conferência de vídeo e não há mais dúvidas de que sejam os mandantes dos sequestros. Além disso, todas as vítimas reconheceram a voz de Fabrício, que é o responsável pela negociação inicial.”

A equipe do Diário ouviu os criminosos, que confessaram participação nos sequestros. Erick inclusive afirma que emprestou sua própria casa, um espaço alugado no Montanhão, em São Bernardo, para servir de cativeiro. O delegado informou que eles devem pegar até 20 anos de reclusão.

A PRISÃO - Durante patrulha, por volta das 5h desta segunda-feira (17), a Rocam foi informada de que quatro homens, divididos em duas motocicletas, estavam furtando pessoas em pontos de ônibus. Ao localizarem os criminosos, a polícia começou a perseguição. Dois cairam e outros dois fugiram. Eles prenderam Souza, que informou onde os irmãos, que estavam na outra moto, moravam. Um quarto ladrão, identificado apenas como Charles, segue foragido. Ao chegarem na casa de Erick, os policiais encontraram os dois irmãos. Antes de se entregaram a Polícia eles quebraram o celular para que não encontrassem provas.

O delegado da Dise disse que, por meio de investigação acessou as redes sociais de Elton e teve acesso a conversas que davam as coordenadas dos sequestros.

Comentários


Veja Também


Polícia prende três homens por roubo e participação em sequestro

A Rocam (Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas) do 6º Batalhão da PM (Polícia Militar) de Força Tática de São Bernardo prendeu, na manhã desta segunda-feira (17) três homens por roubo e participação em sequestros. 

Os irmãos Erick e Elton Araújo Nunes, com 24 e 21 anos respecti...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar