Cena Política

Sessões marcam início das eleições


Nesta semana, as câmaras de Santo André e São Bernardo viveram sessões turbulentas. A andreense devido ao projeto de concessão de parte do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) para a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). A são-bernardense pelas contas do ex-prefeito Luiz Marinho (PT). O tom político se sobressaiu nas duas votações, fato que fez observadores dos legislativos cravarem: nessas duas cidades foi dado o pontapé inicial do processo eleitoral do ano que vem. Na Câmara de Santo André, governistas e oposicionistas literalmente entraram em conflito. O pré-candidato Ailton Lima (PSD) também entrou no debate. Vereadores da sustentação se ausentaram, já desenhando o futuro político. Em São Bernardo as discussões também se acentuaram – mas sem troca de agressões físicas –, com gente da base de sustentação não caminhando com orientação do Paço. As peças começaram a se movimentar.

Comunicado
A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) esperou menos de uma hora para comunicar ao mercado que a Câmara de Santo André havia aprovado projeto de lei que autoriza convênio para conceder parte do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) à estatal em troca do abatimento da dívida bilionária e investimentos na rede da cidade. “A companhia manterá o mercado informado a respeito dos desdobramentos do assunto objeto deste comunicado ao mercado e disponibilizará em seu site a lei após sua publicação oficial”, disse a Sabesp.

Pré-candidatura
Recém-alocado como presidente do MDB de Santo André, o empresário Wagner Grillo diz que será candidato a prefeito da cidade no ano que vem. Grillo – que não tem parentesco com o ex-prefeito Lincoln Grillo – foi candidato a vereador em 2012, pelo PDT, recebendo 1.656 votos. Apesar do projeto, o que se comenta é que o MDB deve caminhar com o ex-secretário Ailton Lima (PSD), outro pré-candidato ao Paço andreense.

Skaf de molho
Por falar no MDB, na semana passada, após conversa com empresários de Diadema, o presidente da Fiesp e candidato derrotado do partido ao governo do Estado em 2018, Paulo Skaf, rechaçou a possibilidade de ser candidato à prefeitura de São Paulo em 2020. Seu nome – assim como o do ex-governador Márcio França (PSB) – é especulado para entrar na briga contra o atual prefeito paulistano, Bruno Covas (PSDB), no ano que vem.

Luto
Pâmela Yuki de Oliveira, 26 anos, filha do empresário Davi Alves de Oliveira, dono da Davi Caminhões, morreu na madrugada de terça-feira, vítima de acidente de trânsito na Rodovia Índio Tibiriçá. O velório aconteceu na quarta-feira, no Cemitério Vale dos Pinheirais, e reuniu inúmeros políticos da cidade. Entre eles, o ex-prefeito Donisete Braga (Pros), o ex-prefeiturável Clóvis Volpi (Patriota), o presidente da Câmara, Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD), e os vereadores Tchacabum (PRP), Chiquinho do Zaíra (Avante) e Pastor José (PSDB).

Visita – 1
A prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), recebeu ontem a visita do deputado estadual Thiago Auricchio (PL), de São Caetano, em seu gabinete. Ela pediu ajuda ao parlamentar para que Mauá – hoje sem deputados – seja contemplada com recursos do governo do Estado.

Visita – 2
Vereador de Diadema, Célio Boi (PSB) esteve na Câmara de São Bernardo na quarta-feira, justamente quando estavam em pauta as contas do ex-prefeito Luiz Marinho (PT). O socialista disse que a visita à cidade vizinha foi para conversar com a secretária de Governo, Julia Benicio. 

Comentários


Veja Também


Sessões marcam início das eleições

Nesta semana, as câmaras de Santo André e São Bernardo viveram sessões turbulentas. A andreense devido ao projeto de concessão de parte do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) para a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). A são-bernardense pel...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar