Cena Política

Lauro insiste no projeto Márcio 2020


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), voltou à carga para que o deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos) seja candidato governista ao Paço. Nesta semana, reuniu figuras do núcleo duro do governo para dizer que Márcio é o nome ideal para representar a administração nas urnas em 2020, mesmo com a resistência do parlamentar. Ex-vice-prefeito da cidade, Márcio já avisou que quer cumprir o mandato na Assembleia Legislativa, até para poder se recuperar de problemas de saúde recentemente sofridos – há, inclusive, pressão de familiares para que o deputado não encare mais uma eleição. Mas Lauro sabe que nenhuma outra figura da Prefeitura consegue aglutinar as forças aliadas para o ano que vem. 

Concurso público

 O Legislativo de Mauá abriu concurso público para preenchimento de 46 vagas. Os salários variam de R$ 2.090,10 (auxiliar de jardinagem) a R$ 7.575,93 (procurador legislativo). As inscrições podem ser feitas a partir do dia 25 no site da Vunesp (www.vunesp.com.br). O prazo dura até 24 de julho. A taxa varia de R$ 39,50 (para os cargos de auxiliar de jardinagem) a R$ 79,50 (arquivista, contador legislativo e procurador legislativo). Serão oferecidas também vagas de almoxarife, assistente legislativo das comissões, assistente legislativo de imprensa, assistente legislativo em redação, motorista legislativo, oficial legislativo, taquígrafo, técnico em manutenção e técnico em suporte de informática. O edital do concurso público pode ser consultado no site https://camaramaua.sp.gov.br/concurso-publico.aspx.

Adiamento

 Foi adiada a discussão sobre requerimento convidando o secretário de Transportes Metropolitanos do Estado, Alexandre Baldy, e o presidente do Metrô, Silvani Alves Pereira, na última reunião da comissão de assuntos metropolitanos e municipais na Assembleia Legislativa. É o segundo adiamento da votação para que Baldy e Pereira expliquem aos deputados as possíveis mudanças na Linha 18-Bronze do Metrô, que ligará o Grande ABC à Capital. O requerimento entra em debate novamente na quarta-feira.

O especialista 

 Chamou atenção o fato de Antônio Carlos Granado (PT) ser o especialista em finanças públicas convidado pela bancada do PT para discorrer sobre o projeto de concessão de parte do Semasa (Serviço Municipal de Sanaeamento Ambiental de Santo André) para a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Granado foi secretário de Finanças na administração de Carlos Grana (PT), que deixou R$ 307,6 milhões em restos a pagar. Também esteve na equipe financeira dos governos de Celso Daniel (PT).

Contas

 Em meio à novela sobre a votação das contas do ex-prefeito Luiz Marinho (PT) na Câmara de São Bernardo, o diretório petista na cidade confeccionou material publicitário para mostrar que Marinho teve oito anos de gestão aprovados pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado). O panfleto traz texto escrito por Marinho dizendo esperar que os vereadores mantenham o parecer do tribunal.

Indenização

 Ex-vice-prefeito de Mauá e ex-secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Eugenio Pereira Junior (PT) ganhou ação contra o ex-servidor público Mauro Rocha Macedo por danos morais. Paulo Eugenio disse que o ex-funcionário proferiu ataques contra ele nas redes sociais. Ele era diretor de departamento na pasta e culpou o político por sua demissão. Macedo foi condenado a pagar R$ 10 mil a título de indenização. Paulo Eugenio já informou que vai doar o valor recebido para a Apae do município.

Requerimento

 A Câmara de Mauá aprovou na terça-feira requerimento de autoria do vereador Ricardinho da Enfermagem (PTB) que questiona a presença do médico Tchello Pierro em audiência pública da Secretaria de Saúde. O petebista argumentou que Tchello esteve no evento como secretário adjunto do setor, mas sua nomeação só foi confirmada pelo governo de Alaíde Damo (MDB) dias depois. Um cochilo da base governista fez o documento ser aprovado. O governo terá de responder às indagações.

Comentários


Veja Também


Lauro insiste no projeto Márcio 2020

O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), voltou à carga para que o deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos) seja candidato governista ao Paço. Nesta semana, reuniu figuras do núcleo duro do governo para dizer que Márcio é o nome ideal para representar a administração nas urnas em 2020, me...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar