D+

Pesquisa britânica nega influência de 'jogos violentos' nos jovens


A Universidade de Oxford, na Inglaterra, realizou levantamento sobre a conexão entre o público e jogos considerados violentos. Os pesquisadores estudaram o comportamento de 1.004 jovens britânicos com idade entre 14 e 15 anos – além de analisar os pais ou responsáveis pelo jovens. Foram utilizadas combinações de dados objetivos e subjetivos para se tentar medir possível agressividade nos adolescentes. As ações, as ‘cobaias’ tiveram momentos de raiva por causa de frustrações em certos momentos, mas nada comprovando a efetiva ação desses títulos virtuais nos gamers.

Os estudiosos alertaram que, mesmo com os dados obtidos, o tema continuará a ser debatido por conta de “questão não resolvida para pais, especialistas e formuladores de políticas”. 

Comentários


Veja Também


Pesquisa britânica nega influência de 'jogos violentos' nos jovens

A Universidade de Oxford, na Inglaterra, realizou levantamento sobre a conexão entre o público e jogos considerados violentos. Os pesquisadores estudaram o comportamento de 1.004 jovens britânicos com idade entre 14 e 15 anos – além de analisar os pais ou responsáveis pelo jovens. Foram utilizada...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar