Cena Política

Câmara de S.Bernardo de olho no Consórcio


Representantes da única cidade com as contas em dia com a entidade, vereadores de São Bernardo acompanham com especial atenção as tratativas do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para reunificar o colegiado. Alguns deles demonstraram descontentamento com a proposta da entidade de dividir em 200 vezes a dívida de R$ 10 milhões acumulada por Diadema. O parcelamento foi a maneira encontrada pelo atual comando, respaldada pela maioria dos prefeitos, para resgatar o município chefiado por Lauro Michels (PV) – o primeiro dissidente, atitude seguida por Rio Grande da Serra e São Caetano. Como qualquer reestruturação fiscal da entidade deve, em tese, passar pelos legislativos, já há na casa de São Bernardo movimento para tumultuar o processo de unificação, que, até o momento, vem sendo conduzido com sucesso pelo andreense Paulo Serra (PSDB), que tomou posse no início do ano, sucedendo o colega são-bernardense Orlando Morando, também tucano, que foi presidente nos dois últimos anos.

BASTIDORES

Falta d’água
O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), comunicou reunião recente com o superintendente de produção de água metropolitana da Sabesp, Marco Antônio Lopez Barros, na qual ele avalia que o acordo irá minimizar o problema de falta de água no município. Segundo ele, ficou assegurado o aumento da vazão, que agora passa a ter 1.300 litros por segundo de envio, “o que vai garantir a redução da falta de água em vários pontos”. “Vamos trabalhar ainda mais para garantir água na torneira do povo todos os dias. Aqui não apontamos doença, e sim aplicamos remédio.”

Sobre a demissão na advocacia pública – 1
A Associação dos Procuradores do Município de Santo André reiterou que a perda do prazo de recurso pelo procurador do município Daniel Koiffmann, demitido no começo de março pela Prefeitura, não gerou qualquer prejuízo financeiro aos cofres da cidade. Após a expiração do prazo, “foi ajuizada ação rescisória e o ente público saiu vitorioso com decisão que afastou qualquer prejuízo ao rechaçar por completo a pretensão da parte contrária”. “Diante disso, a pena de demissão se revelou como medida absolutamente desproporcional e arbitrária no caso concreto, uma vez que inexistem as razões que fundamentaram a decisão administrativa”, citou, por nota.

Sobre a demissão na advocacia pública – 2
Diante deste cenário, houve, na Câmara, manifestação da categoria e também de integrantes da subsecção da OAB. “A mobilização ocorreu não apenas em solidariedade ao colega demitido, mas sim em defesa de toda a advocacia pública, uma vez que a pena de demissão a um integrante da categoria com as referidas nulidades e violações coloca em risco a dignidade, autonomia e independência dos procuradores municipais.”

Ameaças
Na sessão de ontem, às vésperas de as comissões do impeachment do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), emitirem pareceres pela cassação ou absolvição do socialista, os vereadores Ricardinho da Enfermagem (PTB) e Gil Miranda (PRB) foram à tribuna denunciar que foram vítimas de ameaças no fim de semana. A expectativa é a de que o julgamento do mandato de Atila ocorra nos próximos dias.

Aditamento com a FUABC
A Prefeitura de São Caetano firmou aditamento de contrato com a FUABC (Fundação do ABC). O Paço assinou termo que prorroga por mais 12 meses o prazo do vínculo com a entidade regional para gestão de equipamentos da saúde na cidade. O valor da proposta foi fechado em R$ 5,8 milhões. A fundação mantém contrato com série de administrações da região, entre elas Santo André, São Bernardo e Mauá.

Vestir a camisa
O deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL), de São Bernardo, aderiu à manifestação por reajuste salarial idealizada pela Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado. Em ato realizado ontem na Assembleia Legislativa, o parlamentar levantou a bandeira, e registrou fotos com a camiseta azul do grupo, que tem a descrição ‘Aumento salarial já’. Nishikawa é militar reformado, com longa atuação no Corpo de Bombeiros.  

Comentários


Veja Também


Câmara de S.Bernardo de olho no Consórcio

Representantes da única cidade com as contas em dia com a entidade, vereadores de São Bernardo acompanham com especial atenção as tratativas do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC para reunificar o colegiado. Alguns deles demonstraram descontentamento com a proposta da entidade de dividir em 2...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar