Memória

Estas camisas aguardam pelo campo


 “O clube União Lira Serrano realizou domingo o Encontro de Gerações. Durante o evento, um dos participantes levantou uma polêmica em relação à origem do futebol no Brasil. Muitos dos ex-jogadores do Lira acreditam que o futebol entrou no País através de Paranapiacaba.”

Cf. Marcelo Camargo, Diário, 4-12-1996.

Nota – Nada confirma que o futebol brasileiro tenha origens em Paranapiacaba. Sim, há uma planta da ferrovia, de 1894, que apresenta o traçado do campo de futebol, conforme já citado por Memória. Mas plantas posteriores, consultadas pelo pesquisador Adalberto Dias Almeida, indicam para o local a construção de residências. Prevaleceu o campo de futebol.

O atual campo deve ter sido construído para os jogos do Serrano, clube fundado em 1903. Sendo assim, é o mais antigo dos campos ainda em atividade no Estado de São Paulo, o que representa muito para a história do nosso futebol.

Em termos nacionais, há notícias de pelo menos mais dois campos ainda em funcionamento e que são mais antigos: um no Rio de Janeiro, outro no Rio Grande do Sul.

São duas sedes: a oficial, linda, maravilhosa, localizada à Avenida Ford, 528-A, em Paranapiacaba; a extraoficial, ao lado do campo, no bar do Sr. Antonio. No balcão do bar foi servido ao cantor e compositor Almir Sater um aperitivo, pouco antes de um show realizado no estádio.

O show é lembrado até hoje pelos esportistas: ao contrário do que ocorre nos grandes estádios nacionais, não houve uma preocupação com a preservação do gramado e demais instalações, e o campo histórico de Paranapiacaba entrou no processo de deterioração que impediu a realização de jogos de futebol.

A esperança renasce com os planos municipais de restaurar o campo. Enquanto isso, no bar do Sr. Antonio, são expostas as camisas do clube, troféus, fotos dos tempos em que ali se jogava bola.

Quando o show, desastroso para o futebol, aconteceu, faltam maiores informações. Teria ocorrido há dez anos. Memória gostaria de ter uma foto, uma data correta, um cartaz de propaganda. Numa primeira pesquisa, nada se encontrou no Banco de Dados do Diário. E essa informação é importante, porque faz parte da história de um estádio que pode e deve ser pesquisado, pela importância que tem principalmente para a memória esportiva nacional.

Interação com o Facebook...

‘Nos velhos tempos dos fuscões’
Foi antes do aparecimento do fuscão preto, numa época marcada por protestos, agitações e incertezas.
Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 1º de abril de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

Diário há 30 anos...
Sábado, 1º de abril de 1989 – ano 31, edição 7028
Manchete – Inflação é de 6,09%; poupança paga 20,4%. Índice não assusta Mailson da Nóbrega, ministro da Fazenda, que promete número menor para a variação de preços de abril
Diadema – Chaves de 40 ônibus municipais são roubadas e 35 mil passageiros ficam sem transporte.
Movimento Sindical – Trens param. Data do pagamento dos ferroviários da CBTU passou do último dia útil do mês para 10 de abril, daí a greve da categoria.
Cena Política (Joaquim Alessi) – Peso político do Grande ABC esbarra na doença das reuniões.

Em 1º de abril de...
1914 – Realiza-se, em São Bernardo, a Procissão dos Passos, com pregação do padre Luiz Capra.
1919 – Companhia Lidgerwood do Brasil, que ainda não havia descoberto Santo André, anunciava seu novo produto: encerados escoceses.
Epitácio Pessoa está em Paris. Chefia a delegação brasileira na Conferência da Paz. Teve lançada sua candidatura à Presidência da República enquanto viajava.
Em São Paulo, Pessoa recebia o apoio do Correio Paulistano. O Estadão apoiava Rui Barbosa. Grandes embates são registrados entre os dois jornais.
Epitácio Pessoa é entrevistado pela United Press.
Da sua entrevista:
1 – O futuro do Brasil é brilhante.
2 – Estamos em condições de fornecer ao mundo a maior variedade de exportação.
3 – Necessitamos, porém, de navios para desembaraçar os nossos portos, que se acham abarrotados de mercadorias.
1959 – Bangu Atlético Clube é fundado no bairro Planalto, em São Bernardo.
1964 – É o início o regime militar no Brasil.
1969 – Pianista Fritz Jank apresenta-se na Sociedade Cultural Ítalo-Brasileira, de Santo André, numa promoção da Sociedade Amigos da Música.

Hoje
Dia do Trote
Dia da Mentira

Santos do Dia
Hugo de Grenoble. Francês. Faleceu em 1º de abril de 1132. Combateu a mentalidade que buscava um cisma na Igreja.
Teodora
Ludovico Pavone

Municípios brasileiros
Celebram aniversários em 1º de abril:
Em São Paulo, São Miguel Arcanjo (1889) e Arealva (1949)
Na Bahia, Caatiba, Fátima e Itarantim.
No Piauí, Hugo Napoleão.
Em Minas Gerais, São Lourenço.
Fonte: IBGE

Comentários


Veja Também


Estas camisas aguardam pelo campo

 “O clube União Lira Serrano realizou domingo o Encontro de Gerações. Durante o evento, um dos participantes levantou uma polêmica em relação à origem do futebol no Brasil. Muitos dos ex-jogadores do Lira acreditam que o futebol entrou no País através de Paranapiacaba.”

Cf. Marcelo C...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar