Social

Projeto beneficente Dia solidário arrecada iténs para doação em Santo André


 Aproximadamente 5.000 pessoas, entre alunos, pais e professores do colégio Liceu Jardim, em Santo André, somaram forças em mais uma edição do projeto social Dia Solidário, criado há 18 anos e que beneficiará 20 instituições assistenciais da região. 

 Foram arrecadadas dez toneladas de alimentos não perecíveis e itens para higiene pessoal e limpeza dos locais, entre detergente, sabonetes e fraldas descartáveis. “Os estudantes se envolvem em todas as etapas: contato com as entidades para verificação, arrecadação dos itens, separação e entrega das doações”, explica o diretor presidente Daniel Contro, que ainda ressalta a atuação da escola no Programa de Escolas Associadas à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Leia Mais

Veja mais noticias da nossa coluna:

Conhecimento

Foram arrecadados 50 quilos de alimentos para a ONG são-bernardense Pequeno Cidadão durante palestra ministrada pelo empresário e especialista em gestão comercial Flávio Araújo, sobre Inteligência Emocional. Amanhã, a ação gratuita será em Santo André.

Oportunidade

Em ação que integra o projeto Investidor Social, criado pela Instituição Amélia Rodrigues, o especialista em publicidade e marketing Renato Naciff comandará seminário de mídia sociais, hoje, na sede do grupo. A atividade beneficente revertará recursos para a entidade – para participar é necessário contribuir com duas latas de leite em pó integral ou R$ 29,99.

Mudança

“Para ter uma cidade inovadora, é essencial que ela seja habitada por pessoas criativas”, comenta o responsável pela Pasta de desenvolvimento da Prefeitura andreense,  Felipe Carvalho, sobre a Escola Aberta de Inovação e Empreendedorismo, lançada hoje. A ação, gratuita, busca instruir sobre metamorfose digital e aumentar o interesse na criação de negócios.

Meio ambiente

Iniciativa do Cofip (Comitê de Fomento Industrial do Polo do Grande ABC), encontro voltado para práticas sustentáveis apresentará palestras e casos de sucesso na empresa Oxiteno, em Mauá. “O público irá conhecer melhores práticas de desenvolvimento”, explica o presidente do Cofip, Claudemir Peres, que ainda ressalta que a troca de conhecimento é favorável.

Comentários


Veja Também


Voltar