Esportes

Em dia de testes, Brasil passa fácil por El Salvador em jogo amistoso


Tite usou o amistoso de ontem, contra El Salvador, para dar chances aos novatos da Seleção. Iniciou com sete novidades e fez seis mudanças. Quem aproveitou melhor foi Richarlison, com dois gols na fácil vitória por 5 a 0, em Washington.

Richarlison não era nem para estar no grupo. Foi chamado após o corte de Pedro, do Fluminense. O atacante do Everton, da Inglaterra, se movimentou e foi decisivo. Primeiro, sofreu pênalti convertido por Neymar, aos três minutos. Depois, aos 15, marcou golaço no ângulo.
Esportivamente não dá para comparar as forças de Brasil e El Salvador. Valeu mesmo pelos testes de Tite. O zagueiro Dedé, outra novidade na escalação, não foi muito exigido, mas mostrou seu cartão de visitas. Éder Militão e Alex Sandro, nas duas laterais, exibiram muita disposição, mas pouca técnica, deixando evidente que essas são as posições mais carentes da Seleção Brasileira.

Ainda no primeiro tempo, aos 30, Philippe Coutinho fez mais um, da entrada da área.

O Brasil seguiu superior na segunda etapa e nem forçou a goleada, que saiu naturalmente. Richarlison fez mais um, aos cinco minutos, com outro chute bem colocado. Marquinhos, já aos 45, fechou o placar com gol de cabeça.

Ainda deu tempo para Tite promover a entrada de Andreas Pereira, que nasceu na Bélgica, mas tem pais brasileiros. Com isso, quebrou marca de 100 anos sem estrangeiros na Seleção.

O próximo desafio do Brasil será amistoso contra a Arábia Saudita, dia 12 de outubro. Quatro dias depois, o teste será diante da Argentina. 

Leia Mais

Comentários


Veja Também


Voltar