Política

Potencial de transferência de Lula para Haddad se estabiliza, diz Ibope


O potencial de transferência de votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para Fernando Haddad se estabilizou desde a última semana, mostra pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira, 11.

Entre os eleitores entrevistados pelo instituto, 38% dos consultados disseram que votariam ou poderiam votar em Haddad se Lula declarasse apoio para ele na disputa. Na pesquisa divulgada no último dia 5, esse porcentual era de 39% - dentro da margem de erro de dois pontos porcentuais.

Na semana passada, o potencial de transferência havia crescido em relação ao dia 20 de agosto, quando o Ibope divulgou pela primeira vez uma sondagem com esse cenário. Na ocasião, Haddad tinha potencial de herdar 27% dos votos apoiado por Lula.

O Ibope foi às ruas entre os dias 8 e 10 de setembro e ouviu 2.002 eleitores aptos a votar nesta eleição. O levantamento foi feito antes, portanto, da oficialização de Haddad como candidato do PT à Presidência, o que ocorreu nesta terça.

Entre o universo de eleitores, 54% das pessoas ouvidas na pesquisa dizem que não votariam em Fernando Haddad de jeito nenhum, diante do apoio de Lula. Esse índice era de 53% na semana anterior. Por outro lado, 23% declara que com certeza votaria no ex-prefeito da capital paulista (era 22%) e 15% afirma que poderia votar (era 17%).

O Ibope ouviu 2.002 eleitores aptos a votar nesta eleição entre os dias 8 e 10 de setembro. A margem de erro estimada é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-05221/2018.

Comentários


Veja Também


Voltar