Política

Prisão de Richa é questão do Paraná, não afeta campanha de Alckmin, diz Tripoli


A prisão do ex-governador e candidato ao Senado pelo Paraná Beto Richa (PSDB) pegou tucanos de surpresa na manhã desta terça-feira, 11. O deputado e candidato ao Senado Ricardo Tripoli (PSDB-SP) afirmou ao Broadcast Político que a questão é "isolada" no Paraná e não deve contaminar a campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) ao Planalto "como um todo".

A aposta do tucano é afastar a vinculação de Richa com Alckmin, apesar de o ex-governador paranaense ser aliado ao presidenciável e ter sido um dos primeiros governadores do PSDB a defender a candidatura de Alckmin à Presidência.

"É uma questão isolada no Paraná, dele lá. Acho que isso não contamina a campanha como um todo, não", disse Tripoli. "Esta campanha não vai se dar muito em questão partidária, vai se dar em função das pessoas. O eleitor não está votando nos partidos, está votando nas pessoas. Vota em um porque tem essas qualidades e não vota em outro porque tem esse defeito."

Comentários


Veja Também


Voltar