Política

Ministro do STJ nega outra ação de Atila para voltar ao cargo


O ministro Rogério Schietti Cruz, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), rejeitou o pedido de reconsideração feito pela defesa do prefeito afastado de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), da decisão tomada no mês passado impedindo que o socialista retorne à cadeira.

O despacho de Cruz foi assinado na noite de ontem e é mais uma derrota de Atila nos tribunais. O socialista foi preso em maio, na Operação Prato Feito, porque a PF (Polícia Federal) encontrou quase R$ 90 mil em espécie em sua casa, além de mais de R$ 400 mil na residência de João Gaspar (PCdoB), então secretário de Governo. Habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), soltou Atila em junho, mas seus direitos políticos foram suspensos pelo TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região. 

Leia Mais

Comentários


Veja Também


Voltar