Diarinho

Por que as pessoas choram quando cortam cebola?


 O ato de cortar cebola não gera sentimentos fortes o bastante para que uma pessoa chore como ocorre em momentos de muita alegria ou tristeza. As lágrimas começam a aparecer por conta de série de reações químicas entre elementos presentes na planta e células existentes nos olhos, irritados o bastante para que pareça que o indivíduo está chorando durante o ato.

O corte na cebola gera liberação de enzima denominada alinase e o desenvolvimento de ácido conhecido como 1-propenilsulfênico, que acaba convertido em óxido (composto de oxigênio). O elemento tem capacidade de irritar as células nervosas do globo ocular, gerando produção de grande quantidade de lágrimas.

Leia Mais

Esse líquido tem objetivo de diluir o composto que causa ardor e coceira nos olhos, funcionando como reação do corpo a certas complicações externas. Existem dois tipos de lágrimas: as basais, produzidas para manterem os olhos lubrificados, e as reflexivas, que são essas que caem quando eles ficam irritados, sendo reflexo para a ação de cortar a cebola.

Uma dica para minimizar a vontade de chorar em um cenário como esse é deixar o item na geladeira por cerca de 30 minutos antes de cortá-lo. Outro truque é descascá-lo embaixo d’água gelada, pois a água e o frio diminuem a produção dos sulfurados, componentes químicos responsáveis por seu cheiro e sabor característico.

A cebola (cujo nome científico é Allium cepa L.) é uma planta herbácea muito utilizada no preparo de pratos na cozinha, seja em seu estado natural ou no formato de tempero para outros alimentos. Acredita-se que seja de grande utilidade na natureza, pois é uma forma da cebola se proteger contra ataque de herbívoros, uma vez que ao ser ‘machucada’ ela irá liberar a substância que terá essa propriedade irritante, afastando os predadores.

As lágrimas são formadas em uma pequena glândula e esse órgão funciona durante todo o dia (menos no período quando as pessoas dormem). Um de seus benefícios é fazer as pessoas enxergarem melhor, pois deixa a superfície do globo ocular lisa

Consultoria de Ana Paula Danelutte, especialista em química orgânica e professora do curso de Farmácia da Universidade Metodista de São Paulo, de São Bernardo.

Comentários


Veja Também


Voltar