Política

Cicote inicia virtualização de processos da Câmara


Presidente da Câmara de Santo André e candidato a deputado estadual, Almir Cicote (Avante) deu início a processo de virtualização da Casa, planejamento que deixará todo o trâmite legislativo digital.

Orçada em R$ 290 mil em sua fase de implementação, mais R$ 96 mil ao ano para manutenção, a medida envolve eliminar o papel do ambiente do Legislativo. Protocolos, pareceres e análises de projetos poderão ser feitos pela internet, mediante senha, reduzindo, assim, a burocraria interna.

Leia Mais

“Com esse projeto, teremos os documentos assinados de forma eletrônica, a qualquer momento, onde o vereador e o funcionário estiverem. Colocaremos a Câmara no século 21”, discorreu Cicote, citando que todo investimento vai se pagar por causa da economia na compra de insumos. “Gastamos R$ 234 mil por ano com tinta de impressora, armazenagem, sulfite e até mesmo caneta. Vamos deixar de gastar tudo isso com o novo processo.”

A empresa vencedora da licitação para implementação da virtualização foi a Ágape. “Munícipes poderão acessar os processos de maneira virtual. A transparência será gigantesca”, estimou o presidente, que ressaltou a necessidade de controle de acesso à Casa. 

Comentários


Veja Também


Voltar