Sua Saúde

Prolina


Aminoácido do grupo não essencial, proteogênico, representando cerca de 4% nas proteínas corpóreas é componente primário na produção do colágeno.

A sua biossíntese ocorre a partir do L-glutamato pelas enzimas glutamato desidrogenase e glutamato cinase 5 e 1, sendo essencial a presença da vitamina C para incorporação destas estruturas no organismo.

Leia Mais

Presente nos ligamentos e tendões oferece ainda sustentação à pele, além de participar da formação do músculo cardíaco.

Outros benefícios da prolina:

Ação antioxidante

Auxilia no turgor e elasticidade da pele

Atividade antiage

Colabora na cicatrização

Prevenção da perda de massa muscular

Fortalecimento das cartilagens e articulações

Atua nas paredes arteriais

Melhora o fluxo sanguíneo

Ajuda a prevenir doenças cardíacas

Saiba mais:

25% de todas as proteínas corporais são formadas por colágeno.

O escorbuto é uma doença provocada pela falta de vitamina C, fazendo com que as prolinas não sejam hidroxiladas. Diminuindo a estabilidade do colágeno.

A prolinemia ocorre quando esse aminoácido não é degradado corretamente, ocasionando seu aumento no organismo. 

Existem dois tipos de hiperprolinemia. 

Tipo I - normalmente assintomática, apresentam concentração sérica de 3 a 10 vezes superior ao normal, podem apresentar convulsões e problemas mentais. 

Tipo II - níveis séricos de 10 a 15 vezes superior ao normal, é rara, provoca convulsões e retardo mental.

Dieta rica em prolina é uma maneira indireta de aumentar a síntese de colágeno.

Comentários


Veja Também


Voltar